Empreender

Acostumada com a fama, pois convive com “quem é quem” no mundo em décadas de jornalismo, Glória Maria causou frisson quinta-feira, no Espaço Cultural Da Vinci. Ela veio a convite do Sebrae para falar sobre empreendedorismo e surpreendeu a plateia de mais mil pessoas. Com vocabulário simples, sem nenhum papel nas mãos ou roteiro para orientar a argumentação, usou vídeos com experiências vividas no “Fantástico” e “Globo Repórter” para rechear as reflexões sobre o tema. 

150 países 

É dos casos vividos nos mais de 150 países que ela conhece que retira os exemplos entre querer ser líder e inspirar liderança. Se preparar e estar pronta para a oportunidade, sem preconceito ou medo de novas experiências. Engraçada, despojada e dona de uma empatia ímpar, Glória arranca risadas ao mostrar como subiu em um camelo no deserto para acompanhar um nômade, apenas para conhecer um filhote que havia nascido há dez dias. “Tenho medo até de cachorro, imagina o que passei para fazer esta reportagem, mas foi a oportunidade que me deu coragem para ousar e subir naquele bicho”, explica.  

Negra 

A jornalista pouco fala da infância, apenas que é neta de escravos e cita a lição da avó, que dizia que ela jamais deveria deixar alguém lhe colocar correntes. “Meu bisavô foi caçado em Minas Gerais e levado para o Rio de Janeiro” e cita o Irã como o primeiro lugar no mundo onde não foi discriminada por ser negra. “Me senti integrada, pois para eles todos são iguais”, avalia a jornalista, que é referência na luta contra o preconceito racial. 

Próximo 

“A gente pensa em um lugar devastado, mas por incrível que pareça, o Irã é um país que tem pessoas maravilhosas, cheias de gentileza e alegria. É como entrar em um livro de história de 5000 anos atrás”, conta e recomenda o país como roteiro de viagem imperdível pela gentileza e respeito ao próximo. 

Governador  

Ontem, por telefone, o deputado federal Jaime Martins Filho falou com a coluna e fez uma leitura sobre o cenário. Criticou a desorganização da política mineira, as turbulências no PSDB e o desgaste nacional do PT, fatores que elevaram o nome dele como pré-candidato ao governo de Minas. “Fui aprovado pela experiência de seis mandatos e como nunca fugi de desafios estamos procurado apoio de parceiros que nunca estiveram atrelados ao governo. Todos estão ansiosos por uma transformação, a começar pelo nosso quintal”, explicou.   

Núcleo 

Disse ainda estar em constantes reuniões com os prefeitos de Betim, Contagem, BH, partidos com consistência de espaço na TV e capilaridade no estado, para formarem um núcleo expressivo. Jaime disse que a briga dele hoje é pela liberação de recursos para o Jardim Primavera, resolver a questão da UPA e que tem se encontrado muito com Galileu. 

Barragem 

Na agenda da próxima semana, a prioridade será recuperar a antiga barragem construída pelo ex-prefeito Walquir Jésus de Resende. Jaime afirmou que está tentando sensibilizar a Copasa a assumir a barragem e para isso vai trazer o diretor da estatal a Divinópolis, provavelmente no dia 4. Disse ainda que se encontrou com o secretário de Obras para resgatar antigos projetos vitais para Divinópolis. A conferir. 

 

 

 

 

Comentários
×