Emenda de R$ 1 milhão de Jaiminho chega para salvar a UPA

Da Redação

O Ministério da Saúde (MS) pagou hoje, 21, a emenda de R$ 1 milhão, do deputado federal Jaime Martins (Pros) indicada no ano passado para a Unidade de Pronto Atendimento Padre Roberto (UPA 24H). Na época, os médicos da Unidade iniciaram uma greve, por causa do atraso dos salários. Além disso, a equipe contratada pela Santa Casa de Formiga estava há três meses sem receber e os profissionais cedidos pela Prefeitura, apesar de estarem com o pagamento em dia, aderiram ao movimento em solidariedade aos colegas de trabalho.

Com a paralisação, apenas os casos de urgência e emergência estavam sendo atendidos na Unidade, e os considerados “leves” e sem risco eminente de morte eram encaminhados para os postos de saúde. Diante do caos instalado na Unidade, Jaime Martins e o também deputado federal, Domingos Sávio (PSDB) anunciaram que enviariam R$ 1 milhão de suas emendas para sanar a dívida trabalhista da UPA.

Apesar de ter sido paga um ano depois, a emenda de Jaime Martins chegou em um bom momento, pois, mais uma vez, os médicos estão com os salários atrasados. No dia 27 de novembro, os profissionais chegaram a protocolar um ofício na Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) informando o início da operação “Tartaruga”. Os pagamentos estavam atrasados há três meses, e a dívida da Prefeitura com os profissionais chegava a R$ 1 milhão. De acordo com o administrador da UPA, Geraldo Martins, o recurso será aplicado unicamente na quitação da dívida com os médicos.

— Esse recurso com certeza veio para aliviar, para pagar a dívida com os médicos, este é o nosso maior objetivo. Vamos articular com o governo municipal para que se efetue o pagamento do corpo clínico, dos dois meses que estão em atraso – informa.

Comentários
×