Em situação grave, bebê prematuro é transferido de Pitangui para Belo Horizonte

Ricardo Welbert

Um bebê prematuro e em situação de alto risto que nasceu em um hospital de Pitangui foi transferido para outro em Belo Horizonte nesta terça-feira, 7. 

De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a mãe disse que não sabia que estava grávida.

— A adolescente de 17 anos deu à luz na Santa Casa de Misericórdia de Pitangui. Ela estava na 33ª semana de gestação e procurou o hospital se queixando de um sangramento. Ao examiná-la, o médico de plantão detectou a gravidez e imediatamente a encaminhou para o serviço de obstetrícia — explica. 

A equipe do hospital informou que ela disse que não sabia que esperava pelo bebê e que, portanto, não fez o pré-natal. A paciente foi liberada e mais tarde, durante a noite, voltou à Santa Casa, já em trabalho de parto.

Ela teve o bebê na unidade, e por conta de complicações, o recém-nascido precisou ser transferido pelo Samu para o Hospital Metropolitano Odilon Behrens, em Belo Horizonte, onde foi encontrada uma vaga em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal.

— A transferência inter-hospitalar foi delicada e de alto risco. O bebê foi levado em uma incubadora  na ambulância que andava bem devagar, 50 km/h, para que não ocorresse nenhum baque que desestabilizasse o recém-nascido. Ao final acabou tudo bem — diz Rodolfo Monteiro, médico do Samu.

Comentários
×