Em nota, Prefeitura de Divinópolis nega aglomeração no Mandala

Vigilância Sanitária compareceu ao local apenas três horas após a denúncia

Da Redação

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), por meio da Vigilância Sanitária, esclarece que recebeu denúncia de aglomeração no estabelecimento Mandala, na noite do dia 12 de junho, às 21h05. Por volta das 00h, a equipe de fiscalização juntamente com a Polícia Militar, compareceu ao local para apuração da denúncia. 

No momento da apuração foi constatada improcedente a denúncia, pois não havia apresentação de músicos e nem aglomeração, informou a Prefeitura.

— A Vigilância Sanitária trabalha com fatos presenciados pelos fiscais e, por determinação legal, não pode autuar por fotos, vídeos ou similares. A denúncia se tornaria procedente com a comprovação do fiscal, do descumprimento de regramentos — comunicou.

A Vigilância Sanitária salienta que, na mesma noite, a equipe de fiscalização recebeu mais de 47 denúncias: 31 foram fiscalizadas e mais de dez estabelecimentos comerciais foram infracionados por descumprimento de regramentos. Os agentes públicos que estiveram presentes na apuração da referida denúncia são responsáveis por seus atos e ratificam o que foi descrito em laudo de vistoria. 

— A Vigilância Sanitária preza por seu comprometimento com a saúde pública de Divinópolis, não medindo esforços em fiscalizar todos os estabelecimentos que possam estar em descumprimentos de medidas sanitárias — afirmou.

Comentários
×