Em cima disso

  Por: Flávio Ricco

Colaboração:   José Carlos Nery

 

Jornalismo do SBT sempre funcionou sob as ordens, vontade e temores do dono, Silvio Santos, por motivação política, ter cancelado a exibição do “SBT Brasil” no último sábado, 23, causou profunda indignação em todos, mas só surpreendeu a alguns.

Isso, de diferentes maneiras, já aconteceu em outras tantas oportunidades na história do SBT.

Em 1981, foi uma epopeia tornar possível o debate Franco Montoro e Reynaldo de Barros, candidatos ao Governo de São Paulo. A autorização só veio em cima da hora, ainda assim com ameaças de ser tirado do ar a qualquer momento. 

Mais tarde, em 1997, quando Boris Casoy saiu de lá, o SBT seguiu apresentando o seu telejornal diário por mais um ano e pouco. Depois parou e mandou todo mundo embora.

O departamento de jornalismo foi extinto. Para atender um mínimo de informação diária, eram apresentados pequenos boletins, distribuídos ao longo da programação.

Depois, com Luiz Gonzaga Mineiro e Ana Paula Padrão, existiu a perspectiva de mudanças, mas sempre por um período de tempo bem limitado. Rachel Sheherazade, mais recentemente, foi avisada que, para continuar dando opiniões, teria que ter a sua própria televisão. Complicado. O triste episódio do último sábado foi só mais um. Mas nunca será o último.

Em cima disso

Agora, informação: o departamento de jornalismo do SBT deve sofrer novas mudanças nesses próximos tempos.

A troca de algumas peças, nos planos já há algum tempo, será acelerada a partir de agora.

E mais

Essas mudanças que a direção do SBT deseja realizar no seu jornalismo não vão se limitar à cabeça de rede em São Paulo.

Várias das suas emissoras próprias serão atingidas, especialmente Brasília.

Estreia

O canal Arte 1, da Band, marcou para a próxima sexta-feira, às 20h30, a estreia da quarta temporada de “Arte na Fotografia”.

Houve mudança na apresentação, com a saída de Marina Person e entrada da atriz Renata Calmon.

 

Live de despedida

Domingo, 31, será o último dia da rádio Globo – São Paulo, a partir do meio-dia.

Já existe um movimento do pessoal que trabalhou lá, em realizar uma live de despedida, reunindo cerca de 40 ou 50 profissionais que passaram pela emissora, entre o esporte e a comunicação. A ideia é iniciar com Eli Corrêa e fechar com o padre Marcelo Rossi.

Combinado assim

A exibição de “As Aventuras de Poliana”, novela do SBT, vai seguir até julho.

Tudo gravado, mas ainda em processo de edição, o que ainda impossibilita definir a data de exibição de seu último capítulo.

Por outra

Ainda não há uma decisão sobre a substituta de “Poliana”. Será uma reprise, mas falta definir qual.

A escolha deve sair de uma dessas: “Chiquititas”, “Carrossel” e “Carinha de Anjo”.

Aruanas

No episódio de hoje, em “Aruanas”, na Globo, vão ao ar cenas das ativistas descobrindo o garimpo ilegal e  massacre indígena.

A produção chega à metade da temporada. 

Bate – Rebate

  •       Se tudo estivesse normal, a gravação do “Troféu Imprensa” teria acontecido no dia 23 de abril...
  •       ...De acordo com o SBT, a ordem é aguardar o fim da pandemia para ver como é que fica a edição 2020...
  •       ...Além de o programa ser comandado pelo dono, Silvio Santos, que integra o grupo de risco, há a questão da plateia.
  •       Paloma Poeta foi promovida no jornalismo da Record RS...
  •       ...Curioso como isso fez despertar uma quase incontrolável ciumeira interna...
  •       ...E isso sem que ela tenha tirado o lugar de ninguém.
  •       Não tá fácil para ninguém, muito menos para o mercado de atores...
  •       ...Novelas paradas e sem possibilidade de trabalhos no teatro e cinema...
  •       …Já é bem delicada a situação de alguns. 

 

Então é isso. Tchau!



Comentários
×