Em 12 meses, Divinópolis ganha 2,7 microempreendedores

Pablo Santos

O volume de Microempreendedores Individuais (MEI) em Divinópolis avançou quase 20% em 12 meses. Números do Portal do Microempreendedor confirmam 16,6 mil registrados no município. Em um ano, 2,7 mil foram inscritos no MEI.

Segundo o levantamento do Portal do Microempreendedor, a cidade tinha exatamente 16.663 optantes pelo simples até 31 de julho deste ano. No mesmo período do ano passado, Divinópolis estava com 13.927, ou seja, crescimento de 16,6% na comparação entre os dois períodos.

Em Minas Gerais, são 969 mil microempreendedores individuais. O estado tem mais que dobro dos formalizados da Bahia (455 mil MEI), e é o terceiro em número de MEIs no país, atrás de São Paulo (2,2 milhões MEI) e Rio de Janeiro (1 milhão MEI).

Conforme os registros do Sebrae, 60% dos formalizados mineiros estão nas regiões Central (348 mil MEIs), Zona da Mata e Campo das Vertentes (118 mil MEIs) e Sul (108 mil MEIs) do estado. As cidades com maior número de MEIs são: Belo Horizonte (164.922 MEIs), Contagem (37.456 MEIs), Uberlândia (36.722 MEIs), Juiz de Fora (28.971 MEIs), Betim (22.134 MEIs), Montes Claros (17.798 MEIs), Divinópolis (16.663 MEIs), Ipatinga (14.809 MEIs), Governador Valadares (14.664 MEIs) e Ribeirão das Neves (14.632 MEIs). 

De acordo com o levantamento da MEI Fácil, plataforma digital para os interessados em serem microempreendedores individuais, os brasileiros encontraram saída para seus respectivos negócios: em 2018 houve crescimento de 18% na abertura de CNPJs deste tipo no país, algo próximo a 2 milhões de cadastros feitos, recorde absoluto no setor, se comparado às 1,7 milhão novas inscrições abertas em 2017.

Além de ter o CNPJ, o MEI garante benefícios ao microempreendedor, como ampliar as formas de pagamento e recebimento, maior chance de se conseguir um empréstimo, emissão de notas fiscais, contribuição para o INSS de forma simples, entre outras vantagens.

Comentários
×