Eleitor pode acompanhar preparativos para o 2º turno

 

O 2º turno das eleições será em 28 de outubro e os cartórios eleitorais já estão se preparando na organização do pleito. Muitos eleitores têm dúvidas e desconfianças sobre o processo. Para deixar o processo transparente, o cartório eleitoral possibilita aos interessados visitas guiadas para acompanhar a preparação das urnas.

Todas as pessoas têm o direito a visita, entretanto, para fazê-las é necessário enviar um requerimento para o juiz eleitoral solicitando a ida.

De acordo com a chefe de cartório da 103ª Zona Eleitoral, Cíntia Oliveira Creco, várias entidades, como o Ministério Público, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), além dos partidos políticos e suas coligações, são convocados a participar dos procedimentos. Neste ano, o Tribunal Regional Eleitoral (TER) decidiu possibilitar que cidadãos interessados também possam ver de perto o trabalho realizado e comprovar a segurança do processo de votação.

Preparativos

Conforme explicou Cíntia, semanas antes do 2º turno do pleito, o cartório eleitoral faz inúmeros preparativos divididos em diversas etapas.

Durante esta semana, o cartório realiza a geração das mídias de resultado do 2º turno. O processo permite a importação, para dispositivos móveis — como pendrives —, do arquivo responsável pela atualização dos dados dos candidatos que concorrerão ao pleito. No caso de Divinópolis, dos candidatos ao governo do estado e à presidência.

As urnas são preparadas. Este é o momento de inserção da mídia de resultado de 2º turno nas urnas eletrônicas para atualização dos dados, realização de autoteste e lacração do drive da mídia de resultado.

A chefe de cartório explicou que também é realizada a preparação dos materiais gráficos que serão usados pelos mesários.

A comissão de auditoria da votação eletrônica vai realizar o sorteio das seções que serão auditadas no dia da eleição, tanto no que se refere à auditoria de funcionamento das urnas quanto na verificação da autenticidade e integridade dos sistemas instalados nas urnas eletrônicas.

— Após estes processos é realizada uma conferência para ver se todos os dados das urnas estão corretos e se todas estão funcionando bem. Feito isso, elas são organizadas e enviadas para as seções — explicou.

Redução dos mesários

Neste ano, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que para o 2º turno do pleito, o número de mesários seria reduzido.

De acordo com Cíntia, ficou a critério de cada TRE decidir como fazer a redução. No caso de Minas, ficou estabelecido que os secretários seriam cortados.

Em Divinópolis, foram 2.012 mesários no 1º turno. Para o 2º, a cidade contará com 1.530 pessoas para atender as 510 seções. Segundo a chefe de cartório, os secretários foram avisados desde a convocação para as eleições do dia 7 que trabalhariam em um único pleito.

— Foi feita a redução porque o 2º turno é mais tranquilo, tanto para os eleitores, como para os mesários. Por isto foi constatado que não era necessário o mesmo número de mesários trabalhando nos dois pleitos — finalizou.

 

Comentários
×