Efeito lembranças.

Amnysinho Rachid

Nesses novos e diferentes momentos vividos, a cada dia somos desafiados a mais uma etapa e acredito a cada momento que estamos superando com louvor.

Dias desses fui surpreendido por uma foto da minha turma na adolescência, deliciosamente lindos e fascinantes, verdadeiros donos do mundo. Ali parei e observei cada amigo da foto: Cassiano, Angela, Flavia, Rogerio, Denise, Milene, Noriene, Denise Faria, Patricia, Claudiana, eu e o Jorge Wilson.  Como o tempo passou e como ainda estamos ligados!

Naquele dia era o aniversário de 15 anos da Milene e falamos da festa uma semana antes, tamanha era a expectativa. Naquele tempo fazíamos acontecer sem internet, sem celular os convites eram feitos pessoalmente e os encontros eram marcados na saída da escola e passados no boca a boca. E o melhor, era delicioso o show do mês, a domingueira na Dancing Girls, a resenha na Sorv, a boate do Estrela e as festas de aniversário. 

A turma da foto está brilhando por aí, cada um com sua história e suas escolhas. Uma parte continua aqui na terrinha sempre se vendo, um grupo vive em BH e sempre temos notícia. Já a Flávia mora em São Paulo, nosso amigo Jorge Wilson nos deixou para brilhar em uma nova vida, mas, verdade seja dita, acredito que nós todos temos saudades daquele tempo e de nossa divina cidade.

À medida que o tempo passa, criamos grandes elos, amigos que enchem nossos corações de amor e muita alegria.

Acredito muito que grandes amigos são, na verdade, irmãos que você pôde escolher, o tal do livre arbítrio.

Nesta semana encontrei com uma turma que amo, ainda no estilo meio escondido e com as medidas certas de proteção. Adoro tentar estas práticas: passa álcool, põe máscara, lava o sapato, lava as mãos, bebe vinho (a melhor parte).

Uma turminha que amo e que eu estava totalmente carente: Romilda, Ellen, Sheila, Renato, Leila, Juliano eu e minha Cleide. A saudade era tão grande que estávamos atropelando os assuntos. Como falo pouco e baixo isso é fácil de acontecer, né?!

Notei que quando tudo voltar ao normal vou sair e voltar em casa só depois de um ano, preciso urgente colocar as conversas em dia.

Agora uma coisa é certa: aqueles que amamos jamais serão esquecidos, e o melhor: nunca notamos que estamos envelhecendo, e sim sabemos, com certeza, que estamos a cada dia melhores. Viva la vida!

E nós continuamos aqui, na TOK EMPREENDIMENTOS, rua Cristal, 120, Centro, vendendo sonhos e realizando objetivos.     

rachidmendes@hotmail.com                  







 

Comentários
×