Educação anuncia reorganização de sistema pedagógico em Divinópolis

Da Redação 

A educação infantil está sendo reorganizada. De acordo com a Secretaria de Educação, o objetivo é melhorar a qualidade do atendimento em 23 Centros de Educação Municipal Infantil (Cemeis).

— A reestruturação didático-pedagógica viabiliza a melhoria da excelência do ensino na rede municipal — explica a pasta, em nota divulgada na tarde desta sexta-feira, 1º.

As alterações seguem o Plano Municipal de Educação de Universalização da Educação Infantil. De acordo com a secretária Vera Prado, a diretriz propôs que crianças de 2 e 3 anos estudassem à tarde, enquanto as crianças de 4 e 5 anos estudassem de manhã, devido o alto índice de faltas dos alunos menores no turno da manhã .

— Levando em consideração a criança em seu pleno desenvolvimento — diz.

A secretária ressalta que em 87% dos 23 Cemeis a reorganização foi aprovada por diretores e pais.

— As medidas pedagógicas visam ao bem-estar das crianças pequenas e ao entendimento do cuidado e segurança de que as crianças de 2 e 3 anos precisam — afirma.  

Metodologia 

A equipe pedagógica definiu um atendimento que classifica como “mais humanizado” e que considera características e necessidades do desenvolvimento infantil na faixa etária de creche e pré-escola. 

A orientação foi reforçada em encontros pedagógicos e reuniões sobre o estudo do fluxo para o atendimento em 2018. 

— A diretriz acordada prevalecerá nas unidades escolares que tiveram aprovação dos pais. Durante todo o ano de 2018, ela será amplamente divulgada na secretaria e escolas, visando à melhoria da qualidade e do atendimento educacional e o cumprimento das metas do Plano Municipal Decenal de Educação de Divinópolis — explica Prado. 

Os setes Cmeis onde pais se mostraram insatisfeitos com a reestruturação continuarão atendendo aos alunos de 2 a 3 anos sem alteração no próximo ano. Em 2019, a rede municipal atenderá crianças de 2 a 3 anos somente à tarde. 

A reorganização também faz adequação do projeto “Oficina Itinerante”, que reserva um tempo para planejamento dos professores, de acordo com a faixa etária/turno.

— Além da organização dos espaços das unidades escolares para um atendimento de melhor qualidade aos alunos, tendo em vista as especificidades da logística para atendimento de acordo com a faixa etária — conclui a secretária.

Comentários
×