Dupla furta residência e foge com motorista de aplicativo em Pará de Minas

Motorista relatou não saber que eles estavam cometendo um crime; três pessoas foram presas

Bruno Davi Bueno

Dois homens, de 34 e 18 anos, foram presos na noite de ontem, 12, em Pará de Minas. Segundo informações da Sétima Região da Polícia Militar, a dupla teria furtado vários materiais de uma residência na rua Professora Ignésia Moreira Mendonça, no bairro São Luiz. 

Ainda segundo a PM, após furtarem a casa, os homens teriam fugido do local com um motorita de aplicativo. No total, foram apreendidos três notebooks, uma furadeira, ferramentas e outros objetos furtados da casa. Além disso, outro notebook, celulares e dinheiro também foram recuperados.

Rastreamento

A vítima do furto, um homem de 33 anos, relatou aos policiais que os indivíduos teriam fugido do local em um veículo Fiat Siena, de cor branca. A PM iniciou o rastreamento do automóvel a fim de achar os suspeitos.

Aplicativo

Através da placa do veículo, os militares descobriram que o carro da fuga era usado em um aplicativo de transporte urbano na cidade. O condutor de 37 anos relatou que pegou três passageiros na rua Bom Despacho, no bairro Santo Antônio, que lhe pediram pra passar na residência da vítima, no bairro São Luiz. Eles alegaram que a moradia era da tia de um deles. Eles pegaram vários objetos e deixaram no bairro Cecília Meireles.

— O motorista do aplicativo alegou ainda que devido à naturalidade com que os passageiros pegaram os objetos na residência citada, não desconfiou que se tratavam de materiais furtados — explicou a PM em nota divulgada.

Rastremento

Após diversas buscas, os policiais rastrearam o suspeito de 34 anos em seu apartamento no bairro Cecília Meireles. No local, todos os objetos furtados da vítima foram recuperados.

Os policiais constataram que este homem foi o coordenador de toda a ação. mesmo não saindo de seu apartamento, ele comandou toda a operação ajudando os outros dois indivíduos.

Prisão

Os dois homens foram presos e conduzidos até a Delegacia de Polícia, juntamente dos materiais apreendidos.

Comentários
×