Duas crianças sofrem queimaduras graves em Divinópolis e são transferidas para BH

Gisele Souto

Foram transferidas no início da noite desta terça-feira, 26, duas crianças que tiveram grande parte dos corpos queimados em Divinópolis. De acordo com as primeiras informações, os dois irmãos, uma menina de 10 anos e um menino de 11, estavam em casa em um fogareiro a álcool cozinhando, quando saiu uma fagulha e atingiu um vasilhame de álcool combustível, causando uma explosão.

O fogo atingiu de forma grave as duas crianças. A menina teve 40% do corpo queimado e o menino, 48%. Porém, na menina, o fogo atingiu áreas mais delicadas do corpo, como os olhos e o rosto. Já o menino foi afetado em áreas menos sensíveis.

O socorro

Os dois foram levados pela própria família à Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Lá, os médicos acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para que os dois fossem socorridos imediatamente para o Hospital João XXII em Belo Horizonte. Como o estado de saúde da menina era mais grave, ela foi levada pelo Samu para o aeroporto Brigadeiro  Cabral, de onde foi levada de aeronave para Belo Horizonte. O menino foi também para o João XXIII, só que por via terrestre. A USA/Samu veio de Nova Serrana para levá-lo à capital.

O Samu não soube informar o bairro onde moram as crianças, tendo em vista que não realizou o atendimento, apenas as transferências.

Comentários
×