Dragões

 

Nesta semana foi realizado, em Fortaleza, mais uma edição do Dragão Fashion – a semana de moda cearense, única do pais que tem pegada totalmente autoral. Ou seja, ao invés de marcas famosas tem na passarela os novos valores da moda – do Nordeste e do pais. Pela primeira vez, o evento saiu do Espaço Cultural Dragão do Mar, que  ‘emprestou’ esse nome esquisito para a semana de moda de lá, e foi para o novo Terminal Maritimo de Passageiros – obra com arquitetura vanguardista. Deve ser a ultima ‘fashion week’ sem apelo comercial do pais – porque as demais vão ser transformar em simples negócios, a partir de 2019.

Tapete

E a força dos chamados ‘red carpets’ (os tapetes vermelhos estendidos nas premiações de cinema dos Estados Unidos e Europa ,para as atrizes desfilarem as grifes de seus vestidos) vai se diluindo. Conforme vislumbramos aqui, com a politização desses espaços (viraram plataforma para os protestos feministas & afins) a turma fashion foi torcendo o nariz para o assunto. O ex-glamuroso Festival de Cannes, nesta semana, mostrou isso. Alí, a presidente do júri deste ano, a Cate Blanchett, repetiu vestido de 2014 usado no Globo de Ouro dizendo que ‘obra de arte tem que ser revista’. Ela está certíssima, mas o ‘tapete vermelho’ perde força.

Mamãe

Na semana passada, falamos aqui sobre as quedas nas vendas para o Dia das Mães – algo que vem ocorrendo ano a ano. Pois desta vez  a ‘culpada’ não foi a crise político-econômica que  o país atravessa, mas, sim, a internet. O percentual de pedidos no ‘e-commerce’ com artigos femininos aumentou em níveis maiores do que o esperado, mostrando que o conforto de receber tudo em casa vale também para o presente da mamãe. Os números, obviamente, ainda não foram divulgados – mas espera-se um crescimento expressivo. Só para lembrar: nos shoppings centers de todo o pais existem 12 mil lojas fechadas.

Por aí...

  • A turma da ‘lingerie’ em Juruaia promoveu mais uma feira dos seus produtos, com sucesso. É um dos maiores pólos do assunto no país e, dizem, já ultrapassou até o de Nova Friburgo (estado do Rio) – que já foi bem mais forte ***

 

  • As mudanças nos departamentos de estilo das grandes grifes internacionais continuam. A saber: o português Felipe Oliveira deixou a Lacoste, depois de oito anos. *** O disse-me-disse fashionista diz, também, que o próximo a deixar o posto será o ‘kaiser’ Karl Lagerfeld, abrindo vaga no estilo da Chanel, onde ele está há mais de 30 anos. Aos 84, o alemão quer se aposentar ***

 

  • Antigamente, maio era considerado ‘o mês das noivas’. Pois o numero de casórios nesta época diminuiu tanto, que o titulo já não vale e foi ‘arrebatado’ pelo primaveril setembro. Uma pesquisa mostrou isso e são dois os motivos: é período mais favorável para férias no trabalho para os noivos e o frio, agora, vai se estendendo até aquele mês ****

 

Ponto final

Apesar das mudanças tecnológicas, da vida corrida de todos e até da ‘falta de tempo’ para tudo e todos, algo continuou imutável: o carinho das mamães. Dobrando as horas de trabalho em casa para atender aos filhos ou passando noites sem dormir para deles cuidar, não medem sacrifícios para atendê-los. Por tanto amor e dedicação, a coluna deseja às suas leitoras um feliz Dia das Mães. Amém!

Comentários
×