Dor de cabeça para Mano

Batendo Bola

 José Carlos de Oliveira 

jcqueroviver@hotmail.com.br

O Cruzeiro já tem vaga assegurada na fase de grupos da Copa Libertadores 2018 e não tem condições de brigar por mais nenhum título na temporada. Este é um fato. Em 5º lugar na tabela do Campeonato Brasileiro, o time azul pode, no máximo, chegar no vice-campeonato. Mas mesmo para ser o segundo, a situação está difícil. Terá que jogar muita bola para chegar lá. Muito mais do que vem mostrando. 

Dúvidas

 E é nestas horas que ficam as principais dúvidas: o técnico Mano Menezes vai com tudo para lutar por posições, ou se contenta com o que conseguiu até aqui e leva o restante do torneio no ‘banho maria’?

Difícil responder. Como é Mano quem recebe uma boa grana para tomar decisões, ele que se vire para encontrar a resposta.

 Ir com tudo 

Se a decisão do treinador for a de ir com tudo para tentar situação melhor na tabela, vencendo as partidas que restam à Raposa, a hora é agora. Ele tem que armar a equipe para jogar pelos resultados, para vencer. Que se dane o ‘tal de planejamento’ para a próxima temporada. O time vai ser este que aí está até o final, e nada de novo será acrescentado.

 Trocar o chip

 Agora, se Mano tem pretensões de uma melhor temporada em 2018, de algo melhor para o Cruzeiro no ano que vem, a hora é agora. É o tempo ideal para trocar o chip, para fazer testes, e ver quem é quem neste atual elenco da Raposa. Dar oportunidades a quem pede passagem e afastar do grupo jogadores que não serão aproveitados no futuro.

 Divisor de águas 

Aí sim, as próximas rodadas do Campeonato Brasileiro poderão ser um divisor de águas no clube, com Mano iniciando desde já a montagem do elenco para 2018.

 Só o Cruzeiro

 E este é um luxo que somente o Cruzeiro pode se dar. Portanto, abraçar a oportunidade que lhe está sendo oferecida é mais que um dever, é a obrigação do treinador e de toda a cúpula que comanda o Cruzeiro. Que saibam tirar proveito da situação é tudo que se espera neste momento.

 

MANGUEIRAS BRASIL

 Enfim, um teste para valer

 No início da noite de hoje no Wembley Stadium, em Londres, enfim a Seleção Brasileira de futebol fará um teste para valer. No jogo contra os ingleses finalmente iremos ver se o time de Tite está realmente pronto para o Mundial. Se é tudo isso que se fala dele.

 Nova Inglaterra 

E que ninguém se iluda. Este novo e renovado time inglês é bem mais que tudo que se sabe e se conhece do time da terra da rainha. De uma equipe que só sabia usar de bolas aéreas, eles aprenderam a jogar com a bola no chão, e têm alguns jogadores de boa qualidade. Será sim um adversário à altura para o Brasil.

 Time de Tite

 E pela primeira vez, o técnico da seleção canarinho irá mandar a campo a equipe que ele entende ser a melhor no momento, com: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro; Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

 As voltas que a bola dá 

Não só no futebol, mas na vida de um modo geral, nunca foi e nem será bom fazer declarações apressadas. Os amanhãs sempre nos reservam surpresas e é bom ir devagar ao criticar determinadas situações, jogar pedra em uns e outros. O ruim de hoje pode ser a solução, o supro sumo, de amanhã. Simples assim.

E no futebol, esta verdade sempre nos prega peças, dia após dia.

 Caso Paulinho

 Vejam, por exemplo, o caso do volante Paulinho, que muitos davam por acabado (até mesmo profissionais renomados da imprensa de todo mundo), e que de uma hora para outra se transformou na solução, no grande nome da nova fase da seleção brasileira e do time do Barcelona.

 Aqui é o Robinho

 Nas Minas Gerais, até bem pouco tempo atrás, muitos queriam ver Robinho pelas costas, tinha que se mandar do Galo, para o bem do clube e alegria da Massa. De repente, o moço desanda a marcar gols e a decidir jogos. E agora, ele vai ou fica?

Pois é! Para os apressadinhos de plantão, ficam os exemplos. E tenham em mente apenas uma coisa, ninguém desaprende de jogar bola. Num dia ou outro, todos passam por bons e maus momentos.

Comentários