Domingos Sávio disponibiliza Constituição em braile

Da Redação

Divinópolis conta agora com exemplares da Constituição Federal (CF) em braile, sistema de leitura e escrita para deficientes visuais. A disponibilização das CFs só foi possível através do deputado federal Domingos Sávio (PSDB). Dentre os locais contemplados está a Biblioteca Pública Ataliba Lago e a Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), em Divinópolis.

Domingos Sávio ressaltou que é gratificante garantir a inclusão e o acesso dos deficientes visuais a seus direitos.

— Em Divinópolis não existe nenhum exemplar da Constituição Federal na versão braile, que possibilite a leitura das pessoas portadoras de deficiência visual. Tive a sensibilidade de buscar na Câmara Federal esses exemplares a fim de garantir o acesso irrestrito da nossa Carta Magna — destacou.

Cultura

O secretário de Cultura, Gustavo Mendes, explicou que a atitude do deputado é uma contribuição valiosa para o acervo da biblioteca pública.

— O nosso intuito, enquanto política pública municipal, é atender a população de forma plena e, com essa constituição em braile, garantiremos acesso irrestrito da população, sem distinção por deficiência, atendendo a todos — afirmou.

Universidade

Para o diretor acadêmico da Uemg e professor, Fabrizio Furtado de Souza, o material será bem aproveitado não apenas pelos alunos com deficiência visual da unidade, mas também por toda a comunidade.

— Receber estes volumes da Constituição Federal em braile é muito importante para nós, da Uemg Divinópolis, uma vez que temos alguns alunos portadores de deficiência visual. Aliás, a inclusão de pessoas portadoras de deficiência sempre foi uma das nossas preocupações. Além disso, não contávamos com um material tão importante como este na nossa biblioteca. Estes volumes poderão ser pesquisados não apenas por nossos alunos, mas também por outras pessoas, já que a nossa biblioteca é aberta à comunidade — explicou.

Braile

O sistema braile é um processo de escrita e leitura baseado em 64 símbolos em relevo, resultantes da combinação de até seis pontos dispostos em duas colunas de três pontos cada. Pode-se fazer a representação tanto de letras quanto de algarismos e sinais de pontuação. Ele é utilizado por pessoas cegas ou com baixa visão, e a leitura é feita da esquerda para a direita, ao toque de uma ou duas mãos ao mesmo tempo.

Comentários
×