Domingos Sávio.

Adriana Ferreira 

Como se sabe, é médico veterinário, daí sua paixão pelo agronegócio, porém não se  descuida das demais áreas. Como já afirmado antes, em uma semana consegue se encontrar e articular com representantes de vários setores, o que é benéfico para todo o estado de  Minas Gerais, sem contar quando se envolve em questões que abrangem toda a federação. Divinópolis e região são especiais, isso ninguém pode negar. Trata-se de um parlamentar  realmente incansável e é atuante. Ao contrário de seus pares, renunciou à sua aposentadoria como parlamentar – atualmente chega perto dos R$ 30 mil – e aposentou como médico veterinário  com o teto de R$ 6.101,06. Isso mesmo! Quase 1/5 do que teria direito como deputado federal. Perguntado, respondeu: “Minha aposentadoria é de acordo com minha profissão. Ser parlamentar é missão!”. Aplausos de pé! 

Hã??!!

Os peritos médicos do INSS se recusam a voltar ao trabalho, mas continuam com seus consultórios particulares  abertos e com a prestação de serviços nos hospitais particulares. Alguns pediram demissão da autarquia. Acepção de pessoas???!!!

Mortos insepultos

Conforme já dito antes, a coluna sugeriu um memorial em honra dos mortos no espaço pertencente aos Martins do Espírito Santo. Nesta oportunidade sugere-se até um nome “Memorial Dona Maria Martins”. Aguardemos quem fala mais alto:  o mercantilismo  dos Martins ou o tratamento respeitoso aos  familiares dos mortos. Aguardemos!

Direito de resposta

O vereador Edsom Sousa exigiu direito de resposta sobre a coluna que saiu na edição de 17 de maio de 2019, prometeu fazer isso ainda na primeira semana de dezembro/2019, mas até a presente data não exerceu seu direito. Perdeu o interesse?

Pergunta que não quer calar

O que vereador (Poder Legislativo)  tem a ver com processo licitatório (Poder Executivo)? Fiscalizar sim, decidir não! Cadê a independência  entre os poderes?

O que é o foco mesmo? 

Divinópolis conta com 11 pré-candidatos à Prefeitura. Todos apresentam soluções para os problemas da cidade. Algumas que parecem truques de magia, dando a entender  que  vale tudo no campo das promessas. Se todos têm a solução, por que não arregaçam as mangas e mostram o potencial? E desde já? Vez que enfrentamos uma crise sanitária e econômica? Por que esperar? Não é pelo bem da cidade? Não é o que dizem?  Deveriam se reunir e cada um mostrar o que tem de melhor para Divinópolis ‒ e, um eleito, os demais se comprometem a usar seu conhecimento, sua expertise  para ajudar a Cidade do Divino a ser conforme suas promessas de campanha. E por que não? Afinal, é pelo bem da cidade ou deles próprios? Se Divinópolis for mesmo o foco, e não o ego, unidos trarão soluções para a Princesa do Oeste. E já! É só não deixar o ego tomar conta. Fica a dica!

Tratamento

Empregador, seu empregado, quando sai de casa, está se arriscando. Claro que ao sair de casa está também se garantindo, mas, mesmo assim, ajude-o a cuidar da própria saúde. Compre frutas, leite e derivados,  e outros alimentos que ajudem a aumentar sua  imunidade. Seu ramo de atividade agradece!

Aplausos 

Após o retorno dos restaurantes  e bares, esta colunista tem visitado um ou outro quando possível e o que se vê são pessoas dispostas a trabalhar,  a produzir, a  fazer a diferença. Parabéns aos donos de estabelecimentos comerciais e em especial cumprimento aos garçons e donos de estabelecimentos que atendem diretamente o cliente. Ver a maioria se lembrando  do gosto do cliente é incrível. Cervejaria Savassi, Empório Davinci, Restaurante Mineiro, Maria Baguette, Peixe Pronta-Entrega, Peixe Pronto Ferreira, Tokyo Comida Japonesa, Ohashi comida Japonesa, Restaurante Benedictus são alguns dos lugares que têm brilhado e isso se deve ao esforço conjunto dos empreendedores e suas equipes, formadas por pessoas que sabem do compromisso em realmente fazer a diferença pós-pandemia. Parabéns a todos! Venceremos!

Sávio Fernatti

Esta colunista o conheceu quando ainda trabalhava no Bradesco. Ficou entre os finalistas para membro do grupo musical  É o Tchan!, mas a vida reservava mais para ele. E ele disse sim ao chamado! Sinônimo de sucesso, o menino de ouro é músico, empresário, empregador, empreendedor, filantropo,  garoto propaganda ‒ tem o toque de Midas, vende geladeira no polo norte.  Que colha todos os louros, sempre! Merecídissimo!

Comentários
×