Dois homicídios em menos de 4 horas

 

Ana Laura Corrêa

Divinópolis chegou ontem à marca de 51 homicídios registrados em 2018. As duas execuções aconteceram na cidade em um intervalo inferior de 4 horas.

O primeiro assassinato foi na parte da manhã, por volta das 9h, no bairro Jardim Candidés. Milaine de Oliveira, de 19 anos, estava na porta de sua casa, na rua Tapajós, quando foi executada.

Uma pessoa ainda não identificada chegou ao local em uma motocicleta e a atingiu com disparos de armas de fogo na cabeça.

A Polícia Militar (PM) esteve no local e fez diligências no bairro e na região em busca do assassino.

De acordo com a PM, a jovem tinha passagem por tráfico de drogas.

Segundo homicídio

Já o segundo homicídio de ontem aconteceu no início da tarde na rua Niosotis, no bairro Terra Azul.

De acordo com a Polícia Militar, Leonardo Lucindro Martins, de 25 anos, aparentemente foi atingido por tiros na cabeça e no tórax, e não houve testemunhas presenciais.

Ainda segundo a PM, o homem havia saído do Presídio Floramar em novembro de 2017. Ele tinha passagens por posse irregular de arma de fogo.

A Polícia Civil (PC) informou ao Agora que descarta ligação entre os dois homicídios.

O delegado regional Leonardo Pio revelou que a principal suspeita é acerto de contas e envolvimento com a criminalidade. Disse também que até ontem, por volta das 18h, fechamento desta matéria ainda não havia nenhum suspeito.

Execuções

Entre os dias 15 e 20 de setembro, Divinópolis registrou a ocorrência de seis homicídios em sequência.

Com os 51 assassinatos ocorridos até ontem, a cidade registrou aproximadamente uma morte por semana.

Em 2017, ano com maior número de homicídios da história da cidade foram contabilizadas 61 mortes. A maioria motivada pelo tráfico de drogas.

Prevenção

Entre os dias 20 e 23 de setembro, a PM realizou uma operação de combate à criminalidade violenta no município. Foram realizadas batidas policiais, blitz de trânsito, cumprimento de mandados de busca e apreensão, de prisão, com foco de atuação direcionado para alvos pré-estabelecidos pela Inteligência de Segurança Pública de Polícia Militar, visando também à apreensão de armas e drogas.

 

 

 

Comentários
×