DJ oficial do Atlético salva vida de homem que caiu em buraco no bairro Quintino

Profissional é responsável por colocar o som da torcida do Galo durante a pandemia; o homem de 62 anos passa bem

Bruno Davi Bueno

A noite de ontem, 15, foi especial para dois personagens: Alvimar e Mauricio Maoli. O primeiro, um senhor de 62 anos, estava voltando do trabalho e caminhava por volta de 22h no acostamento da MG-050, no Posto de Gasolina próximo ao bairro Quintino. O segundo, é DJ do Atlético Mineiro, responsável por reproduzir o som da torcida do Galo no estádio durante a pandemia. 

Duas pessoas completamente diferentes que o destino resolveu unir. Maurício estava com sua esposa viajando pela mesma estrada de Alvimar quando percebeu algo estranho na estrada. Aparentava ser um homem que havia caído em um buraco.  Quando saiu do carro, constatou o que já havia prevido. Ele não sabia, mas se tratava de Alvimar. 

Atendimento

Maurício contou em uma publicação nas redes sociAais que o buraco tinha dois metros e meio de profundidade.

— Acionei os bombeiros e a concessionária da rodovia enquanto conversávamos com ele. O socorro dos profissionais chegaram rápido, em 10 minutos já estavam no local — explicou.

O Samu também participou da ocorrência e contou sobre o atendimento do homem.

— Ao chegar no local a equipe da Unidade de Suporte Básico (USB) de Divinópolis fez o atendimento de um homem, de 62 anos. Estava consciente, com ferimento no lado esquerdo do rosto — informou.

Lição de vida

Alvimar foi socorrido e passa bem. DJ Maoli, como é conhecido, comentou mais sobre o caso.

— Felizmente o profundo buraco não estava cheio de água, pois se tivesse chovido a mesma quantidade de Belo Horizonte, ele poderia ter morrido afogado. Deus foi muito bom com este humilde senhor que após passar a noite no hospital poderá seguir sua vida — contou.

Ele, por fim, relatou que o caso foi uma verdadeira lição de vida.

— Fico muito feliz por ter ajudado de alguma forma. Esse é o verdadeiro sentido da vida, sempre ajudar o próximo e servir — comentou.

 

Comentários
×