Divulgado cronograma de vacinação até sexta

Objetivo é ampliar cobertura vacinal da segunda dose

Matheus Augusto

Divinópolis segue com mais uma semana de vacinação contra covid-19. A Secretaria de Saúde (Semusa) divulgou nesta segunda-feira, o calendário de imunização até sexta-feira, 26. O foco está em pessoas com segunda dose de Pfizer, marca de maior disponibilidade no estado. O horário de funcionamento é das 8h às 16h, em todos os dias.

Confira como fica programação:

Hoje e amanhã: No Centro Administrativo e no pátio da Emop haverá aplicação de Pfizer para quem está com a segunda dose agendada (é preciso conferir o local no comprovante), bem como quem está em atraso ou quem está marcado para as próximas semanas, até 16 de dezembro, e deseja adiantar sua imunização.

Sexta: No último dia de vacinação (não há mais imunizações aos sábados), o Centro Administrativo recebe o público dos três imunizantes: CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer. O público é quem está agendado, com dose atrasada ou pretende adiantar a segunda dose marcada para o período que se estende até 16 de dezembro.

No pátio da Emop apenas Pfizer estará disponível. O público é o mesmo.

 

Documentos

Os documentos necessários são: documento de identidade com foto, cartão SUS, cartão da unidade de saúde, caderneta de vacinação e comprovante de endereço.

—  A falta de qualquer um destes documentos impossibilitará a vacinação — alerta a Prefeitura.

Em caso de adolescentes, é fundamental a presença de um adulto para acompanhar o processo.

Outra orientação da Semusa é pelo respeito ao horário para evitar atrasos e lentidão no tráfego.

— A Prefeitura solicita a todos que forem se vacinar que respeitem rigorosamente o horário marcado no comprovante de cadastro e tenha muita atenção ao local indicado no comprovante de cadastro. É fundamental o respeito a esses horários para que não haja filas — ressalta.

 

Nova remessa

A Superintendência Regional de Saúde (SRS) Oeste distribui, a partir de amanhã a 67ª remessa aos municípios da macrorregião Oeste, incluindo Divinópolis. Ao todo são 59 mil doses de Pfizer, único imunizante disponível no novo lote. 

— Para reforço são 6.816 doses para idosos e 8.034 para profissionais da saúde. Aos adolescentes serão destinadas 4.224 doses para completar esquema vacinal (dose 2) e mais 28.782 para iniciar o esquema (dose 1). Outras 11.262 foram descongeladas a pedido dos municípios para avançarem na vacinação da população — detalhou a SRS.

Não foi detalhado o quantitativo de Divinópolis.

 

Balanço

Ao todo, a cidade já aplicou mais de 367 mil doses, sendo 182 mil da primeira, 160 mil da segunda e 6 mil únicas. Além disso, 12 mil divinopolitanos receberam a dose de reforço.

O objetivo é ampliar a cobertura vacinal neste fim de ano. Conforme determinação do governo federal, a dose de reforço agora pode ser dada com intervalo de cinco meses após a segunda — anteriormente, era preciso aguardar seis. 

A meta da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) é atingir níveis seguros de imunização, com boa parte da população totalmente imunizada, para discutir e aprovar novas flexibilizações, sendo a principal delas a desobrigação do uso de máscara em ambientes abertos e a retirada de mais restrições no ambiente escolar.

 

Ocupação

As internações permanecem estáveis. O relatório da Semusa apontava ontem para apenas 10 pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). A cidade tem, ao todo, 40 leitos disponíveis, ou seja, 25% de ocupação.

No setor de enfermaria, o cenário é levemente melhor, com 20,93% de ocupação: 9 leitos ocupados de 43. 

Nesta semana, informou a secretaria, três hospitais não possuem internações por covid-19 em enfermaria: Santa Lúcia, Santa Mônica e São Judas Tadeus. O Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD) possui oito na área do Sistema Único de Saúde (SUS) e um na suplementar.

Em UTIs, o Hospital Santa Lúcia tem dois pacientes; o CSSJD, três na área adulto e quatro na infantil, ambos SUS; Santa Mônica, um. Não há hospitalizações no São Judas Tadeus.

 

Comentários
×