Divinopolitanos prestam homenagem às mais de 500 vítimas da covid-19

Ato aconteceu ontem; velas foram acesas na praça em respeito às vidas perdidas para a doença

Da Redação

Um ato em Divinópolis homenageou ontem as vítimas da covid-19. A cidade ultrapassou, nesta semana, a marca de 500 mortos pela doença. Os participantes se reuniram ontem, às 18h30, na Praça do Santuário, em solidariedade às vidas perdidas para a doença. No ato, 500 velas foram acesas. 

Até ontem, Divinópolis contabilizava 515 mortes por covid-19. 

Em Minas

O ato é um movimento estadual. Também nesta quarta-feira, homenagem similar foi feita em frente à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em memória aos “mais de 45 mil mineiros e mineiras vítimas da covid-19”, especialmente educadoras que se “foram com a pandemia”.

— O Sind-UTE/MG, por meio da coordenadora-geral, professora Denise Romano, denuncia a situação  enfrentada no estado e reivindica melhores condições de trabalho para a categoria da Educação e rapidez no processo de vacinação — destacou.

O sindicato ainda levou pautas como a defesa da vida e a falta de condições sanitárias para o retorno presencial seguro das aulas.

— O Sind-UTE/MG denuncia também a lentidão na vacinação dos/as profissionais da Educação e da população no estado — defende.

“Diante dessa situação crítica de contaminação e mortes”, o movimento cobra a suspensão do retorno das aulas presenciais na rede estadual, agilidade no processo de vacinação e o cumprimento da execução dos recursos da Educação.

— O governo do Estado descumpre a obrigação constitucional de investir 25% da receita corrente líquida em Educação desde o início da gestão, e o valor não investido chega a mais de R$ 7 bilhões — informa.

Novo protesto

Durante o ato, também foi feito o chamado para o ato do dia 3 de julho, em protesto ao governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Sob o lema de "Não dá mais - Fora Bolsonaro", o movimento contra o presidente ocorre às 9h, na rua São Paulo com a avenida 1º de Junho. Os manifestantes são orientados a usar máscara, fazer o uso de álcool em gel e manter o distanciamento social.

 

 

Comentários
×