Divinópolis volta à onda verde

Avanço da Macrorregião Oeste possibilitou mudança

Da Redação

Divinópolis está de volta à onda verde do Minas Consciente. Conforme a avaliação do Estado, a cidade tinha duas opções: aderir à onda verde, por meio da macrorregião Oeste, ou permanecer na amarela. Os indicadores divulgados ontem mostram que não houve margem para orientar a mudança de onda da microrregião. Com as duas alternativas, a secretaria decidiu avançar para o próximo estágio.

Na atualização da pontuação da microrregião, Divinópolis aumentou um ponto, passando de 13 para 14 – para entrar na onda verde, último estágio de flexibilização, é preciso ter 12 ou menos.

Macro

As macrorregiões Oeste – à qual Divinópolis pertence –, Sul e Leste também avançaram para a onda verde no programa Minas Consciente. Uma dos fatores contribuinte foi a queda de 32% da incidência do coronavírus nos últimos 14 dias no estado.

Poderão ser reabertos estabelecimentos como parques naturais, de diversão, cinemas, teatros e bares com música com ao vivo, desde que sejam seguidas as regras de higiene, distanciamento e lotação máxima — informou o Estado.

As regiões Triângulo do Norte e Triângulo do Sul, por outro lado, apresentaram piora nos indicadores e, “para evitar a sobrecarga do sistema de Saúde”, o comitê estadual decidiu pela regressão para a onda amarela.

Apesar de boa parte das macrorregiões estar na onda verde, o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, destaca a importância de manutenção dos comportamentos de prevenção à covid-19 para “que a doença não volte a ganhar força”.

— Com uma flexibilização maior da sociedade, com as pessoas podendo sair para trabalhar e conviver mais próximas, é fundamental que se mantenha o distanciamento e a higienização e que se utilize a máscara. É isso que vai garantir que nós, a cada dia, venhamos a progredir para a onda verde e retornar com segurança ao novo normal — destacou.

Flexibilização

Independente da onda, a Prefeitura já havia anunciado na última semana novas flexibilizações para o comércio – após queda de três pontos no Minas Consciente. A partir de amanhã, os lojistas podem voltar a abrir as portas aos sábados. Também já foram revogadas as restrições de funcionamento de bares e restaurantes às segundas e terças.

A Prefeitura de Divinópolis ressalta que as normas sanitárias como o distanciamento social, o uso de máscaras e o cumprimento dos horários de funcionamento devem ser respeitados de acordo com o Decreto 13.961. O descumprimento das medidas de segurança acarreta em multa, interdição do estabelecimento e cassação do alvará — alerta.

Para denunciar irregularidades em relação às normas de segurança, o cidadão poderá abrir chamado pelo App Divinópolis, selecionando a aba “Coronavírus”. A ferramenta é gratuita e está disponível nas lojas de aplicativos para celular.

Dados

O boletim divulgado ontem pela secretaria aponta 14.577 casos notificados na cidade. Do total, apenas 2.400 foram testados: 1.767 positivos ‒ 1.579 já recuperados ‒, 618 negativos e 15 em análise. Até o momento, 67 mortes foram confirmadas e nenhum óbito está em investigação.

Dos 74 leitos de UTI exclusivos para pacientes com quadro sintomático de covid ‒ incluindo SUS e rede suplementar ‒, apenas 21 estão ocupados, o que representa 28,4%. Em contrapartida, dos 69 leitos de UTI disponíveis para pacientes com outros doenças, a ocupação é de 89,9% ‒ somente sete leitos disponíveis.

Até ontem, 29 pacientes com quadro sintomático para covid estavam internados em leitos de enfermaria. A taxa de isolamento social permanece em 32%. Conforme já havia declarado o secretário de Saúde, Amarildo Sousa, o ideal é que o índice estivesse acima de 40%.

Comentários
×