Divinópolis soma 100 notificações em 24 horas

Da Redação

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) de Divinópolis, com base em dados divulgados pelo Ministério da Saúde por meio da plataforma “FormSUScap”, informou o boletim epidemiológico desta sexta-feira, 24. Foram registradas 5.223 notificações. Destas, 578 casos foram confirmados, 327 descartados e 506 recuperados. Até o momento, o município tem 20 mortes.

No que diz respeito aos casos notificados por faixa etária, o boletim aponta 35 notificações para a população menor que um ano; 162 entre 1 e 4 anos; 107 entre 5 e 9 anos; 293 entre 10 e 19 anos; 2.554 entre 20 e 39 anos; 1.501 entre 40 e 59 anos e, por fim, 571 pessoas com 60 anos ou mais. Para a população do sexo feminino foram contabilizados 2.589 casos. Enquanto isso, para o sexo masculino foram 2.372 casos suspeitos.

Em relação às confirmações, a população entre 20 a 39 anos contabiliza o maior número de casos, com 234. Há, ainda, um paciente para a população menor que um ano; seis entre 1 e 4 anos; cinco entre 5 e 9 anos; 23 entre 10 e 19 anos; 216 entre 40 e 59 anos; além de 93 pessoas com 60 anos ou mais.

Internações nas redes hospitalares

Em relação ao número de pacientes internados na rede hospitalar de Divinópolis, 37 encontram-se no setor de enfermaria e 29 no Centro de Terapia Intensiva (CTI). Já o número de pacientes atendidos em ambulatório identificados durante a epidemia é de 2.223.

O município conta com 94 leitos de terapia intensiva, destes, 29 estão ocupados e 65 disponíveis. Há, ainda, 135 leitos de enfermaria para pacientes de coronavírus.

No total, 66 leitos estão ocupados, o equivalente a 28,8%. No momento, a taxa de isolamento social do município é de 34%.

O secretário de Saúde, Amarildo Sousa, ressalta a importância da taxa de isolamento social da população.

— Agora não é hora de afrouxar o isolamento. Se puder, fique em casa, use máscara corretamente e higienize as mãos frequentemente com álcool em gel. A colaboração da população em geral é muito importante neste momento — finalizou o secretário.

Comentários
×