Divinópolis: setembro tem menor número de casos de covid no ano

Registros apresentaram queda de 35% em relação a agosto; óbitos também caíram

Bruno Bueno

Setembro registrou o menor número de casos confirmados de covid-19 no ano em Divinópolis. De acordo com dados divulgados na tarde de ontem pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), 1.158 casos foram confirmados no último mês. Desde novembro de 2020 ‒ que registrou 600 casos ‒, a cidade não registrava um número tão baixo. O dado também é 35% menor do que os 1.774 registros do mês de agosto.

Veja a relação de casos confirmados por mês em Divinópolis:

 

  • março/2020 - 11;
  • abril/2020 - 83;
  • maio/2020 - 79; 
  • junho/2020 - 192;
  • julho/2020 - 267;
  • agosto/2020 - 397;
  • setembro/2020 - 425;
  • outubro/2020 - 439;
  • novembro/2020 - 600;
  • dezembro/2020 - 1.446;
  • janeiro/2021 - 1.694;
  • fevereiro/2021 - 1.267;
  • março/2021 - 1.988;
  • abril/2021 - 2.528;
  • maio/2021 - 1.743;
  • junho/2021 - 2.430;
  • julho/2021 - 2.674;
  • agosto/2021 - 1.774;
  • setembro/2021 - 1.158;
  • outubro/2021 - 94 (até o momento). 

 

Mortes

Ainda segundo informações da Semusa, 29 óbitos foram registrados no último mês. O número só é maior do que as 19 mortes registradas em fevereiro, menor marca deste ano. O dado também é 14,7% menor do que as 34 mortes confirmadas em agosto.

 

 Veja a relação de mortes por mês em Divinópolis:

  • abril/2020 - 1;
  • maio/2020 - 2;
  • junho/2020 - 10;
  • julho/2020 - 11;
  • agosto/2020 - 18;
  • setembro/2020 - 15;
  • outubro/2020 - 12;
  • novembro/2020 - 10;
  • dezembro/2020 - 23;
  • janeiro/2021 - 44;
  • fevereiro/2021 - 19;
  • março/2021 - 60;
  • abril/2021 - 123;
  • maio/2021 - 87;
  • junho/2021 - 92;
  • julho/2021 - 43;
  • agosto/2021 - 34;
  • setembro/2021 - 29;
  • outubro/2021 - 4 (até o momento).

 

637 óbitos

Até o momento, são 637 mortes por covid-19 no município ‒ 340 homens e 297 mulheres. Três óbitos são investigados. Conforme a Semusa, 72% das mortes registradas (460) vieram de pessoas com mais de 60 anos. Além disso, 589 das 637 vítimas estavam no grupo de risco.

— A faixa etária com maior quantidade de mortes é de 60 a 69, com 147 vítimas da doença. Os homens representam 53,3% das mortes e as mulheres 46,7%. Dois óbitos abaixo de 18 anos foram registrados — informou a Semusa em nota.

A morte de um homem de 70 anos, sem comorbidades, foi confirmada ontem. 

 

Outros dados

 

A Semusa também divulgou outros dados referentes ao coronavírus no município. Conforme a pasta, 102.096 casos suspeitos já foram registrados ‒ 45.971 em homens e 56.125 em mulheres ‒,  21.289 casos confirmados ‒ 9.874 em homens e 11.415 em mulheres ‒ e 3.880 foram descartados desde o começo da pandemia. 

São 26 pacientes suspeitos de covid-19 internados em CTI no município. Destes, 15 são de Divinópolis e 11 de outras cidades. Ainda conforme a Semusa, há 41 pacientes internados nas enfermarias. 

O ritmo de contágio da doença é de 0,96. Isso significa que 100 contaminados podem transmitir o vírus para outras 96 pessoas. A taxa de letalidade é de 2,99%. A taxa de isolamento social não foi divulgada pela Semusa.

 

Ocupação

Por fim, a pasta informou os números referentes à ocupação dos leitos na cidade. Na UTI, a taxa representa 30,59%. No setor de enfermaria, o número é de 33,33%, com 41 leitos ocupados entre os 123 totais do município. 

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Padre Roberto está com 23,33% dos leitos ocupados no CTI, com seis das 30 vagas preenchidas. Na enfermaria, a ocupação é de 68,75%, com 22 dos 32 leitos ocupados.

A área atendida pelo SUS no Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD) opera com 33,33% de sua capacidade, com quatro leitos ocupados entre os 12 no CTI adulto. Na enfermaria, 11 dos 20 leitos estão ocupados, representando 55%.

    

Rede particular

Na saúde suplementar, o Hospital São Judas Tadeu tem quatro leitos ocupados entre os seis instalados na unidade, com 66,67% de ocupação. O Hospital Santa Mônica conta com dois leitos ocupados entre os cinco disponíveis no CTI adulto, o que equivale a 40% da ocupação total.

A área particular do Complexo São João de Deus opera, atualmente, com 20% de ocupação. São dois leitos entre os dez disponíveis na unidade. O Hospital Santa Lúcia tem 40% de ocupação no CTI adulto, com quatro pessoas internadas.

 

Imunização

Divinópolis recebeu, até esta segunda-feira, 4, 324.785 doses de vacinas contra a Covid-19, sendo 108.506 doses da CoronaVac (Butantan), 122.685 doses da AstraZeneca (Fiocruz), 6.060 doses da Janssen e 87.534 doses da Pfizer.

No total, foram aplicadas 292.377 doses, sendo 174.542 da primeira dose, 110.023 da segunda dose e 6.073 doses de dose única. 

No estoque de doses, estão disponíveis 26.217 doses dos imunizantes, sendo 110 doses para a primeira dose da CoronaVac, zero doses para a primeira dose da AstraZeneca, zero doses para a primeira dose da Pfizer, 6.355 doses para a segunda dose da CoronaVac, 1.413 doses para a segunda dose da AstraZeneca, 12.586 doses para a segunda dose da Pfizer, zero doses para a dose única da Janssen e 5.753 doses para a dose de reforço.

A Superintendência Regional de Saúde em Divinópolis informou que hoje inicia a distribuição de mais de 91 mil doses aos 53 municípios da região. A nova remessa inclui CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer.

— Salientamos que o Município que tiver sobra de doses da CoronaVac no estoque e não tenha mais população adulta para ser vacinada com D1 [primeira dose] deve informar à Regional para que as doses possam ser remanejadas — comunicou.

 

Comentários
×