Divinópolis segue sem nomes para deputado estadual

 

Ana Laura Corrêa

Divinópolis não tem, até o momento, pré-candidatos confirmados para concorrer ao cargo de deputado estadual.

Um dos principais nomes cotados para a disputa, o vereador Cleitinho Azevedo (PPS), ainda não definiu se concorrerá ao cargo de deputado federal.

—Ainda não decidi sobre ser candidato a deputado federal. Devido à questão partidária, estou esperando isso se resolver primeiro — disse Cleitinho ao Agora.

Fabiano Tolentino (PPS) já é um pré-candidato pelo mesmo partido para o cargo de deputado federal.

— Sou presidente municipal do partido e nós ainda estamos analisando todos os quadros. Quanto mais nomes possam representar a cidade e a região na Câmara dos Deputados, melhor. Só temos que tomar cuidado para não ficar sem representante no estado. Temos que analisar os nomes que serão colocados em nível estadual para continuar com representação na Assembleia Legislativa. Pode acontecer de a gente lançar candidaturas a federal e a estadual — comentou Tolentino.

Para o deputado estadual, Cleitinho seria um possível representante para a cidade na Assembleia Legislativa.

— É um ótimo vereador, está fazendo um bom trabalho. Caso seja estadual, o partido está de portas abertas e ainda a gente tem a condição de ajudá-lo na região. Caso seja federal, temos que analisar, porque dois federais num mesmo município pode ficar mais complicado para um mesmo partido — explicou.

Segundo Tolentino, outros nomes também já estão sendo cogitados para a disputa de cadeiras na Assembleia Legislativa.

— Nós ainda não temos candidato. Estamos conversando com alguns nomes, inclusive com o Marquinho Clementino, que é muito próximo da gente — contou o deputado.

Filiação

A filiação partidária poderá ser feita até o dia 7 de abril, de acordo com o calendário eleitoral divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo o técnico judiciário do Cartório Eleitoral de Divinópolis, Halley Alves, a solicitação é feita pela internet pelos partidos.

— O partido tem acesso ao programa Filiaweb, que é online, e faz a lista para colocar os candidatos e os dados dos filiados — explicou Halley.

 

Comentários
×