Divinópolis registra caso suspeito de febre chikungunya

 

Ana Laura Corrêa

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) divulgou na última segunda-feira, 19, um novo boletim epidemiológico de monitoramento dos casos de dengue, chikungunya e zika vírus em Minas Gerais.

De acordo com o documento, Divinópolis tem um caso provável de febre chikungunya. Segundo a SES, a suspeita foi registrada na 7ª semana do ano, ou seja, no período compreendido entre os dias 11 e 17 de fevereiro.

 Chikungunya

Na regional de Divinópolis, que compreende 54 municípios, ainda há casos prováveis da doença em Dores do Indaiá, Aguanil, Pará de Minas, São Gonçalo do Pará e São Sebastião do Oeste. Todas as ocorrências foram registradas somente neste ano.

Prevenção

Segundo a SES, para prevenir as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, é necessário eliminar os possíveis criadouros do inseto.

— Por isso, é importante ter alguns cuidados como manter o lixo em recipiente fechado, disponibilizando-o para recolhimento pela limpeza urbana, jamais descartar qualquer material que possa acumular água nos quintais, ruas ou lotes vagos, manter a caixa d’água sempre limpa e totalmente tampada, manter calhas livres de entupimentos para evitar represamento de água, eliminar os pratos de vasos de plantas, manter limpos os bebedouros de animais e conservar as piscinas devidamente tratadas e tampadas — informou a Secretaria.

Dengue

Em relação à dengue, Divinópolis já registrou 25 possíveis casos da doença somente neste ano.

Na região, os municípios de Araújos, Arcos, Bambuí, Campo Belo, Cana Verde, Candeias, Carmo da Mata, Carmo do Cajuru, Cláudio, Conceição do Pará, Dores do Indaiá, Estrela do Indaiá, Formiga, Igaratinga, Itaguara, Itapecerica, Itatiaiuçu, Itaúna, Japaraíba, Lagoa da Prata, Martinho Campos, Nova Serrana, Onça de Pitangui, Pains, Pará de Minas, Pedra do Indaiá, Perdigão, Pimenta, Pitangui, São Gonçalo do Pará e Serra da Saudade também registraram casos suspeitos da doença em 2018.

Zika

Divinópolis não registrou casos prováveis de Zika Vírus neste ano.

Somente a cidade de Dores do Indaiá, entre os 54 municípios da regional, teve casos da doença em 2018.

Febre amarela

Na última terça-feira, 20, a SES-MG também divulgou o boletim epidemiológico de monitoramento dos casos de febre amarela no estado.

Divinópolis não tem casos confirmados da doença em 2018. Na região, entre os 54 municípios, Aguanil, Carmo da Mata, Carmópolis de Minas, Itaguara, Itatiaiuçu, Itaúna e Passa Tempo têm ocorrências confirmadas de febre amarela.

A cobertura vacinal acumulada da doença, entre os anos de 2007 e 2018, também foi atualizada na última terça-feira. Divinópolis tem 82,26% da população imunizada contra a febre amarela.

 

 

Comentários
×