Divinópolis recebe mais doses contra a covid

Cadastro para nascidos em 1985 deve ser aberto hoje; ocupação dos leitos continua em queda

Bruno Bueno

A vacinação contra a covid-19 continua acelerada em Divinópolis. O município recebe hoje mais 8.183 doses. Conforme informações da Superintendência Regional de Saúde (SRS), os imunizantes serão buscados na rede de frio de Belo Horizonte. 

Com a chegada das novas doses, existe a expectativa da abertura do cadastramento para nascidos em 1985 ou menos. Até o fechamento desta edição, às 18h de ontem,  a Prefeitura ainda não havia disponibilizado no site oficial.

Confira o quantitativo de doses recebido por Divinópolis:

  • Pfizer/BioNTech: 4.128 doses;
  • CoronaVac/Butantan: 3.820 doses;
  • Astrazeneca/Fiocruz: 225 doses.

Na macrorregião Oeste, cerca de 21.954 pessoas devem ser imunizadas com a vacina da Pfizer, e 14.400, segundo a previsão, com a Coronavac, fabricada pelo Butantan.

Estado

A chegada de doses ao município é possível graças à vinda de mais imunizantes para o estado. Conforme dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), Minas Gerais distribuiu 641.200 doses dos imunizantes Pfizer (351.000) e Coronavac (290.200).

— A remessa será destinada à aplicação da primeira e da segunda dose em caminhoneiros e trabalhadores industriais dos municípios que ainda não concluíram a vacinação desses grupos. Os imunizantes também contemplam adultos de 50 a 54 anos e a segunda dose de pessoas com comorbidade e pessoas com deficiência permanente grave — explicou o Estado em nota divulgada.

Menos de 50%

A vacinação continua apresentando resultado positivo na cidade. Conforme dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Divinópolis está com 48,54% dos leitos ocupados na UTI e apenas 29,41% no setor de enfermaria.

— O relatório evidencia uma melhora significativa no sistema hospitalar do município em relação ao início do mês de julho, quando os índices apontavam ocupação de aproximadamente 70% em UTI — disse a Prefeitura.

Situação nos hospitais

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Padre Roberto está com 36,67% dos leitos ocupados, com 11 das 30 vagas preenchidas. Na enfermaria, a ocupação é de 31,25%, com 10 dos 32 leitos.

A área atendida pelo SUS no Complexo de Saúde São João de Deus está com apenas um leito vago entre os 20 leitos totais no CTI adulto, o que equivale a 95%. Na enfermaria, 14 dos 30 leitos estão ocupados, representando 46,67%.

Veja a situação dos outros hospitais do município:

  • São Judas Tadeu - 100% de ocupação;
  • Santa Lúcia - 50% de ocupação;
  • São João de Deus (suplementar) - 18,75% de ocupação;
  • Santa Mônica - 40% de ocupação.

Casos

A Prefeitura também divulgou o número de casos na cidade. Segundo a Semusa,  o número de notificações chegou a 88.920. 18.351 casos já foram confirmados, sendo 8.538 em homens e 9.813 em mulheres. 2.580 casos foram descartados e 15.478 pessoas já se recuperaram da doença.

Duas mortes

Mesmo com o andamento da vacinação, as mortes continuam. A Prefeitura confirmou, na tarde de ontem, mais duas em decorrência da doença.

Um homem de 47 anos sem comorbidades e um de 56 com doença hepática crônica perderam a vida para o coronavírus. Com os números, a cidade chegou a 570 mortes pelo vírus. Cinco são investigadas.

Comentários
×