Divinópolis na rota do turismo

Empresários estiveram na cidade para conhecer as potencialidades; já existe um plano de atrações para o Lago das Roseiras

Da Redação 

Divinópolis tem cenário positivo para um turismo forte. Porém falta ser explorado. No entanto, esta realidade pode mudar em breve. A reunião realizada em Brasília, pelo vereador Carlos Eduardo Magalhães, juntamente com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e os empresários Cristiano Dallas, da Oásis Mercosul, e Marcelo Silva, da Life Prime Global, além do presidente do conselho do “Lago das Roseiras”, Jerônimo Gomes, continua gerando bons frutos para a cidade. De lá para cá, já houve um planejamento de ações e uma visita de empresários a Divinópolis. 

Bandeira 

Uma das principais bandeiras levantadas pelo vereador Carlos Eduardo Magalhães é justamente a do turismo. Ele acredita no grande potencial turístico de Divinópolis e seu entorno e, desde que assumiu o mandato, vem buscando recursos e parcerias para atrair investimentos e fomentar o turismo na cidade.

— Penso que, após a pandemia, o turismo tomará outra forma e será voltado para um turismo local, caseiro e as pessoas vão optar por ficar em locais mais próximos e que conheçam melhor. Por isso, estou buscando atrair investidores para fomentar o empreendimento dentro da nossa cidade — disse o vereador.

Segundo o parlamentar, como Divinópolis já está oficialmente incluída no mapa do turismo desde setembro de 2017, a vinda de empresários para investir em melhorias nos pontos de visitação ‒ como os do Lago das Roseiras ‒ e desenvolver outras potencialidades ‒ como o ecoturismo e a prática de esportes náuticos, tendo em vista a proximidade com as belezas naturais do município ‒ é imprescindível.

Pontos turísticos e investimentos

Um dos pontos que o vereador Carlos Eduardo Magalhães pretende desenvolver é o Lago das Roseiras, uma represa com valor econômico e paisagístico local, propícia para campeonatos e práticas de esportes náuticos. 

Os empresários que participaram da reunião em Brasília estiveram em Divinópolis para conhecer de perto possíveis pontos turísticos da cidade. Durante a visita, eles se mostraram otimistas para a construção de um empreendimento voltado para o ecoturismo na região da represa, mesmo em cenário de lenta retomada econômica.

 

A represa será o local de destaque para os empresários, que já manifestaram interesse em trazer motos aquáticas, barcos de passeios, e estão também à procura de um terreno para a construção de eco resort e chalés, que atenderiam às mudanças de comportamento dos consumidores. Também foi levantada por Cristiano e Marcelo a possibilidade de cafés da manhã ao estilo de drive thru e box de entrega exibindo a logomarca do hotel.  Além disso, foi cogitada pelo empresários a aquisição de uma chalana e um balão para que os turistas possam conhecer toda a extensão do lago por baixo e de cima. Atrações, segundo eles, chave do empreendimento, porque uniriam atividades físicas à natureza e necessidades dos hóspedes.

Para que a iniciativa já comece a ganhar forma, o empresário Marcelo Silva  já fechou uma casa no local para facilitar os trabalhos.

Geração de emprego

 O empreendimento ajudará a alavancar a economia da região ‒ que também será beneficiada pela atividade do turismo ‒ e gerará empregos diretos e indiretos para a cidade.

O vereador sonha que Divinópolis seja reconhecida, pelo Mapa do Turismo Brasileiro, como uma das cidades de Minas Gerais com destino turístico de categoria “A”. Belo Horizonte e Poços de Caldas já ocupam este lugar de prestígio.

Comentários
×