Divinópolis, Itaúna e Cláudio lideram empregos no Centro-Oeste

 

Pablo Santos

Um levantamento realizado pelo Agora apontou os maiores geradores de emprego em 2018 da região de Divinópolis. Foram analisadas as 11 cidades no entorno, e Divinópolis, Itaúna e Cláudio são, nesta ordem, as cidades com maior volume de carteira assinada em 2018.

Conforme os dados do Ministério da Economia, Divinópolis foi o município com maior registro de vagas criadas entre as principais cidades da região. A “Cidade do Divino” criou 797 empregos com carteira assinada no ano passado. Já em 2017, a cidade perdeu 23 postos de trabalho.

No ano passado, a segunda cidade com maior volume de postos de trabalho criados foi Itaúna: 442. Cláudio foi o terceiro município, com 269 oportunidades formais abertas no Centro-Oeste, acompanhado de Perdigão, com 149.

Nem todos os municípios da região registraram alta no volume de empregos. Conhecida como grande empregadora na região, Nova Serrana fechou 2018 encerrando 271 postos de trabalho e foi o município do Centro-Oeste com maior registro de queda, de acordo com os dados do Ministério da Economia.

Santo Antônio do Monte eliminou de 62 postos de trabalho, acompanhado de Igaratinga (-30) e São Sebastião do Oeste (-24).

Minas

Conforme os dados do Ministério da Economia, Minas Gerais foi o segundo Estado que mais gerou postos formais de emprego em 2018, perdendo para São Paulo. No ano, foram criadas 1,763 milhão de vagas, enquanto outras 1,681 milhão foram encerradas, totalizando saldo positivo de 81,9 mil postos de trabalho. O setor de serviços puxou o resultado para cima, contribuindo com mais da metade das novas posições: 45,5 mil.

Em Belo Horizonte, foram abertas 415.694 vagas e fechados 386.364 postos, culminando em saldo positivo de 29.330 vagas formais. O número coloca a capital mineira em segundo lugar no ranking de municípios que mais contrataram no ano passado, perdendo apenas para São Paulo, que fechou o ano com 58.357 postos ocupados.

Nova Lima é o segundo município de Minas com maior volume de empregos: 2.876. Em contrapartida, Araxá foi o município com pior resultado: 890 vagas cortadas.

Comentários
×