Divinópolis importa mais e exporta menos em setembro

Pablo Santos

 A balança comercial de Divinópolis registrou déficit em setembro. Foram adquiridos mais produtos estrangeiros na comparação com os produtos vendidos com destino ao exterior. Nos últimos 60 meses, é a primeira com saldo deficitário da balança comercial na cidade, de acordo com os dados da Secretaria de Comércio Exterior.

O saldo da balança comercial encerrou com US$ 662 mil. O resultado é o valor de US$ 2 milhões de importação menos os US$ 1,3 milhão das exportações.

O desempenho deficitário da balança é atribuído à queda das vendas para o mercado externo. Conforme os números da Secex, foram exportados no mês passados somente US$ 1,3 milhão. O desempenho é 94% menor na comparação com agosto quando foram enviados para o exterior US$ 23,9 milhões.

Já as importações caíram em relação a agosto, mas o valor adquirido foi superior as exportações. Em agosto, as importações somaram US$ 2,3 milhões, 14% menos na comparação com setembro.

60 meses 

A última vez de saldo negativo da balança comercial foi registrado em agosto de 2012. Naquele período o déficit foi de US$ 264 mil, conforme a Secex.

No acumulado do ano, a balança comercial está em US$ 113 milhões e já é um dos melhores desempenhos dos últimos 17 anos.

Para se ter uma dimensão, em todo o ano passado, a balança comercial divinopolitana encerrou com US$ 88 milhões.

O melhor desempenho foi em 2008 quando o saldo ficou em US$ 302 milhões.

Brasil 

Já a balança comercial brasileira teve superávit de US$ 5,178 bilhões em setembro. Trata-se do melhor resultado para o mês, desde o início da série histórica do governo, em 1989.

De janeiro a setembro deste ano, a balança acumula superávit de US$ 53,283 bilhões. O valor também é o maior da história. O governo estima que a balança comercial terminará 2017 superavitária em mais de US$ 60 bilhões.

Caso se confirme, será o maior resultado anual da série histórica, superando o saldo positivo recorde de US$ 47,5 bilhões verificado em 2016.

Comentários
×