Divinópolis ganha reforço do Mais Médicos para combate à pandemia

Da Redação 

A Prefeitura de Divinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), informa que as vagas do projeto Mais Médicos já foram todas preenchidas. Ao todo, 28 profissionais atuarão no município em combate à pandemia. O objetivo é reforçar o provimento de profissionais nas Unidades de Atenção Primária dos municípios para ajudar no enfrentamento ao novo coronavírus.

O Ministério da Saúde publicou editais de chamamento de médicos para adesão ao programa, em decorrência da Declaração de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional e do Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pela Covid-19.

Diante do quadro, Divinópolis foi contemplada em um dos editais, renovando sua participação no projeto. O município realizou três chamadas dos profissionais, conseguindo finalizar o preenchimento das vagas.

Por meio do edital, foi possível a contratação de mais oito profissionais médicos que já iniciaram suas atividades nas seguintes Unidades de Atenção Primária: Centro de Saúde Afonso Pena, Centro de Saúde Bom Pastor, Centro de Saúde Central, Centro de Saúde Danilo Passos, Centro de Saúde Ipiranga, Centro de Saúde Itaí, ESF São Roque 1e ESF Sagrada Família.

Além dos novos contratados, participaram do chamamento, profissionais que já atuavam nas Unidades de Saúde de Divinópolis. O município tem agora 28 profissionais médicos no programa Mais Médicos para o Brasil.

Os profissionais receberão cursos específicos acerca do manejo relacionado aos casos de covid-19, desenvolvidos com base em conteúdos disponibilizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Segundo Amarildo Souza, secretário da pasta, o reforço vem em um momento importante, pois o quadro de profissionais já estava defasado desde a saída dos médicos cubanos que integravam o projeto.

— Desde a dissolução do antigo programa, Divinópolis perdeu corpo clínico, o que dificultou a continuidade de um atendimento primário eficaz e de qualidade. A Administração tentou por outros meios legais, como o concurso, a contratação de novos profissionais, mas não obtivemos sucesso. Agora este reforço do nosso quadro de médicos nos ajudará a passar por este momento delicado e que tanto nos preocupava — declara Amarildo.

Comentários
×