Divinópolis está entre as cinco com maior número de MEI

Da Redação

Minas Gerais foi o estado com maior saldo de formalização de Microempreendedores Individuais (MEI) em 2018. De acordo com um levantamento feito pelo Sebrae, com base nos dados do Portal do Empreendedor, o estado fechou o ano com o saldo de mais de 37 mil MEI, 6 mil a mais que São Paulo, que ficou com o segundo lugar no saldo de formalizações. 

Vale lembrar que no final de janeiro de 2018 houve o cancelamento de mais de mais de 117 mil CNPJ de MEI no estado, que estavam em débito com o pagamento de tributos nos últimos três anos e que não entregaram as Declarações Anuais do Simples Nacional (DASN-SIMEI).

— Considerando as exclusões de CNPJ de MEI que tivemos no início do ano, Minas Gerais registrou ainda 154 mil novas formalizações em 2018, mais de 18% do total de 2017 — justifica o analista do Sebrae Minas Breno Fernandes. 

O setor de serviços representou 72% do saldo de formalizações em 2018 no estado, com 27.233 MEI. As atividades com os maiores números de registros durante o ano foram: promoção de vendas (4.628 MEI), serviços domésticos (4.459 MEI), obras de alvenaria (4.388 MEI), cabeleireiros, manicure e pedicure (4.322 MEI) e preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo (2.574 MEI).

As regiões Centro-Oeste e Sudoeste (8.530 MEI) e a Triângulo e Alto Paranaíba (7.003 MEI) lideraram o ranking de formalizações com  mais de 15 mil MEI. As cidades que tiveram os maiores saldos de formalizados foram: Uberaba (3.604 MEI), Belo Horizonte (1.774 MEI), Juiz de Fora (1.407 MEI), Nova Serrana (1.363 MEI) e Divinópolis (1.360 MEI). 

Acumulado

Desde a criação da figura jurídica do MEI, em 2008, até dezembro de 2018, já são 7,7 milhões de formalizados em todo o país. Minas Gerais ocupa o terceiro lugar em número acumulado de formalizações com 892,2 mil MEI, atrás de São Paulo (2 milhões MEI) e Rio de Janeiro (903,9 mil MEI).

Ainda segundo o levantamento do Sebrae, do total de formalizados mineiros 53% são homens e 47% mulheres. Além disso, 55% dos MEI do estado têm entre 31 a 50 anos de idade.

Comentários
×