Divinópolis divulga Plano de Contingência da Defesa Civil 2021-22

O projeto se divide em planos geológicos e hidrológicos.

Da Redação

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec), vinculada à Secretaria Municipal de Trânsito, Segurança Pública e Mobilidade Urbana (Settrans), apresenta o Plano de Contingência 2021-22, após aprovação da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), vinculada ao Governo de Minas.
 
O projeto se divide em planos geológicos e hidrológicos. A questão geológica envolve os riscos relacionados a deslizamento de terra, colapso de estruturas, desabamento e outros prejuízos que envolvam o solo após chuvas constantes. Foram apresentados locais com riscos iminentes, como o Alto São Vicente, Morro da Pitimba e a região da Lajinha.
 
A questão hidrológica refere-se aos riscos de inundações devido ao excesso de chuvas, que elevam o nível do Rio Itapecerica e de córregos, que podem provocar desabrigações, acidentes, danos à via pública, além de danos a patrimônios materiais.  Ocorreu o mapeamento de riscos nas regiões ribeirinhas, tendo como base a cheia histórica de 2008 no Rio Itapecerica, atingindo bairros de diversas regiões do município.
 
O coordenador da Defesa Civil, Jonas Mileib Diniz, declara sobre as alterações no plano.

— O plano de contingência passou por uma reestruturação de acordo com o modelo proposto pela Cedec, por isso, a demora na publicação. Com o novo modelo, esperamos que não seja necessário o acionamento do plano de resposta, mas se assim for, fico feliz em ter a aprovação de todos os envolvidos na ação de resposta — explicou.
 
Ambos os planos contêm medidas de enfrentamento, como níveis de emergência, vistorias nas áreas de risco, informações de conscientização da população, locais apontados para triagem de pessoas afetadas pelo desastre, assistência médica e instalação de locais de abrigo a pessoas afetadas.
 
O trabalho envolve várias outras secretarias como Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), Secretaria Municipal de Trânsito, Segurança Pública e Mobilidade Urbana (Settrans), Secretaria Mnicipal de Educação (Semed), além de entidades externas ao município como Cemig, Copasa e o Samu.

Comentários
×