Divinópolis Clube completa 81 anos

 

Jorge Guimarães

O Divinópolis Clube, prestes a comemorar seus 81 anos, está com uma programação especial de aniversário para seus associados.

A agenda comemorativa teve início na primeira semana do mês, com o show da dupla Rionegro & Solimões. A programação continuou na semana seguinte, com o Paint it Black Rock Festival. E continuou no último sábado, quando ocorreu a tradicional Festa Julina.

O grande baile de gala de aniversário está marcado para o próximo sábado. Haverá show da banda VHS, no salão nobre, além da apresentação da banda Dias de Truta, na Concha Acústica.

História

O Divinópolis Clube faz parte da história da cidade. Por seus salões, em sua sede urbana na rua São Paulo, já desfilaram os mais famosos artistas e atores do cenário cultural do país.

Registrados, também, em seus amplos salões, muitos bailes de debutantes, que realizaram o sonho de várias adolescentes.

Ali está escrita, ainda, uma parte da história do carnaval da cidade. Com seus “Gritos de Carnaval”, a sede urbana bombava nos quatro dias da folia de Momo.

Isso sem falar na famosa “Boate do Clube”, onde DJs embalavam as noites de sábado, ao som dos maiores sucessos das discotecas.

A sede urbana viveu intensamente a vida social e cultural da cidade e, naquele endereço da rua São Paulo, muitas histórias foram escritas.         

Petrônio Bax

A sede urbana ganhou pinturas de Petrônio Bax, as quais fazem parte, agora, da decoração do ambiente. Duas são telas em óleo, uma delas a "Ceia", e outras duas são murais, sendo um deles abstrato. Obras que eram puro glamour para a época, e que até hoje transcendem o tempo por tamanha importância.   

Início  

O Divinópolis Clube nasceu no dia 26 de junho de 1938 com uma reunião na casa do Didi, com a presença de aproximadamente 60 pessoas, dentre autoridades e o membros da sociedade da época. No mês seguinte, em 28 de julho, ocorreu a fundação oficial do clube, na Prefeitura Municipal. 

A primeira sede campestre era no bairro Icaraí. Passados 81 anos, o Divinópolis Clube é hoje, sem dúvidas, o melhor clube da região e talvez um dos melhores de Minas Gerais.

Projetos

A atual gestão, que tem como presidente Mauro Célio de Melo Jr., entrou em 1º de janeiro de 2018 e irá até 31 de dezembro de 2021.

Seguindo o cronograma de gestão, uma das primeiras metas a serem cumpridas foi a de quitar dívidas.

O Agora conversou com o gestor geral do Divinópolis Clube, Ricardo Bueno, que expôs os próximos objetivos da administração.

— O primeiro grande feito da nova gestão foi quitar dívidas.  Pegamos um débito de R$ 768 mil e já pagamos em abril de 2018. A partir daí, começamos a ter fôlego para investimentos, que incluíram a construção de quadras de futevôlei, novas saunas, e a aquisição de um lote de R$ 1,7 mi para expansão. Saímos de 1.973 sócios para 2.500, que é o limite máximo de nosso estatuto. Estamos construindo um cento de atividades físicas e de saúde, com academia, pilates, fisioterapia e estúdio de dança. A inauguração será no próximo sábado. Já iniciamos também o projeto do Parque Aquático Infantil, cuja entrega será em outubro — detalhou o gestor, que garantiu mais novidades para o próximo ano.

A reportagem também ouviu o ex-presidente Palmerio Ameno que, por mais de 35 anos, ficou à frente do clube.

— Fui presidente do Divinópolis Clube por mais de 35 anos. A história da minha vida não poderia ser contada sem entrar nela o clube. Apesar de alguns reveses, dificuldades naturais em qualquer gestão, o entusiasmo, o prazer, a felicidade, tudo isto compensou plenamente de modo altamente positivo. Consegui, ao lado do Conselho Deliberativo, e especialmente do quadro social, vencer todos os obstáculos e entregar aos sócios, e até mesmo à cidade, as sedes urbana e campestre, sendo esta a melhor da região Oeste de Minas, e entre as melhores do estado. Atualmente, este complexo representa um valioso patrimônio material, cultural, histórico e esportivo o município. A história de Divinópolis está tão ligada ao Divinópolis Clube como a ostra à concha — detalhou o ex-presidente.   

 

Comentários
×