Divinópolis aplica mais de sete mil doses em uma semana

Cidade recebeu nova remessa de imunizantes; cadastro aberto é para nascidos em 1979

Matheus Augusto 

O avanço da vacinação continua em todo o estado, com a chegada, semana após semana, de mais doses de imunizantes contra covid-19. Minas Gerais já recebeu 15,4 milhões de doses do Ministério da Saúde (MS). Na última sexta-feira, 9, uma nova remessa ‒ a 29ª ‒ chegou à capital mineira, com 79.600 doses da CoronaVac e 271.440 doses da Pfizer. A Superintendência Regional de Saúde da Macrorregião Oeste, com sede em Divinópolis, coletou a parcela da região e iniciou ontem a distribuição do novo lote. 

Município

A Superintendência informou que a região foi contemplada com 20.004 Pfizer e 2.734 CoronaVac/Butantan. Houve ainda a distribuição de segundas doses da AstraZeneca/Fiocruz e Coronavac para o encerramento do esquema vacinal de determinados grupos prioritários.

Conforme o relatório, Divinópolis recebeu quase quatro mil imunizantes, sendo três mil Pfizer para a imunização de pessoas de 55 a 59 anos e trabalhadores industriais. As demais, 836, devem ser aplicadas em caminhoneiros e também pessoas com idade entre 55 a 59 anos. 

Caso os grupos prioritários indicados pelo governo estadual já estejam imunizados, os municípios podem utilizar as doses para avançar na vacinação, respeitando o Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, conforme orientação da própria Secretaria de Estado de Saúde. Esse é o caso de Divinópolis, que, segundo a última abertura de cadastro, está vacinando pessoas com 41 anos ou mais.

Avanço

Com a chegada constante de novas remessas, Divinópolis avançou consideravelmente. Na segunda-feira, 5, a Prefeitura reabriu o cadastro para nascidos em 1970. Na data, mais de 120 mil doses já haviam sido aplicadas (87.192 da primeira dose, 31.428 da segunda dose e 1.701 de dose única). Na sexta-feira da mesma semana, 9, o número já havia saltado para 127.603 (94.363 da primeira dose, 31.539 da segunda dose e 1.701 de dose única), com o início da vacinação para nascidos em 1976. 

A Prefeitura anunciou, ontem, a abertura do cadastro para nascidos em 1979 ou menos. A inscrição está disponível no site da Prefeitura (www.divinopolis.mg.gov.br) e ou no App Divinópolis, na opção “Vacinação Covid-19”. O público será imunizado durante esta semana em um dos três pontos de vacinação da cidade. 

— A Prefeitura reforça que a pessoa deverá seguir rigorosamente o horário e local do agendamento e ficar atenta ao local de vacinação. A pessoa que foi cadastrada para um drive-thru não poderá ir a outro, pois cada local de vacinação atenderá um grupo específico — informou.

No dia da vacinação, o cadastrado deve levar documento de identidade com foto, cartão SUS, cartão da unidade de saúde e cartão de vacina.

Efeito

Os seis meses de imunização já têm causado efeito na queda de mortes pela covid-19 no estado, especialmente em idosos. — A mortalidade por faixa etária a cada 100 mil habitantes também apresenta uma queda expressiva, especialmente entre os grupos imunizados — destacou a Secretaria de Estado de Saúde.

Na faixa etária com 80 anos ou mais, a taxa de mortalidade caiu de 12% para 10% desde o início da pandemia. 

— Já nos grupos que possuem entre 70 e 79 anos, a redução foi de 43% para 28%. Entre as pessoas que têm entre 60 e 69 anos, a queda foi de 24% para 19% — comunicou o governo estadual.

Segundo o secretário estadual, Fábio Baccheretti, a queda é resultado direto da vacinação.

— Os gráficos apresentam um descolamento entre casos e óbitos, o que demonstra a eficácia da vacinação diante dos casos graves. No pico, antes da vacinação, tínhamos uma proporção semelhante entre casos leves, graves e mortes. Hoje, a proporção de casos leves é muito maior do que a de óbitos. Significa que, mesmo as pessoas pegando a doença, ela está se agravando menos, e principalmente, as pessoas estão morrendo menos — explicou.

 

Foto: Divulgação/Gabriela Reis

Imunização é responsável pela queda de mortes, aponta SES-MG

Comentários
×