Dia Mundial do Rim terá programação especial em Divinópolis

Da Redação

No Dia Mundial do Rim, em 14 de março, a Unidade de Nefrologia do Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD), em parceria com a Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), promovem atividades especiais voltadas à comunidade para marcar a data.

Pela manhã, a partir das 8h, profissionais do Complexo de Saúde e a Liga de Nefrologia da UFSJ estarão no estacionamento do hospital para prestar esclarecimentos sobre prevenção de doenças renais, doação de órgãos, nutrição medições e farão aferição de pressão arterial.

As instituições também preparam um simpósio com o tema “Saúde dos Rins para Todos”, que é o da campanha promovida pela Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN).

A atividade terá início às 13h, no auditório da UFSJ em Divinópolis. Os objetivos são de promover a acessibilidade à informação e reduzir o impacto da doença renal.

Confira a programação do simpósio:

 

As palestras são gratuitas e voltadas à comunidade em geral, aos representantes dos 54 municípios da Macrorregião Ampliada Oeste de Minas, acadêmicos e profissionais de saúde.

Os participantes receberão certificados de participação.

Doença Renal Crônica

De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), a doença renal crônica (DRC) se caracteriza por lesão nos rins que se mantém por três meses ou mais, com diversas consequências, pois os rins têm muitas funções, dentre elas: regular a pressão, filtrar o sangue, eliminam as toxinas do corpo, controlar a quantidade de sal e água do organismo, e produzir hormônios que evitam a anemia e as doenças ósseas.

Em geral, nos estágios iniciais, a DRC é silenciosa, ou seja, não apresenta sintomas ou eles são poucos e inespecíficos. Por causa disso, pode haver demora no diagnóstico e ele só acontecer quando o funcionamento dos rins já está bastante comprometido, necessitando, para manutenção da vida do indivíduo, tratamento por meio da diálise ou transplante renal.

Assim, são fundamentais a prevenção e o diagnóstico precoce da doença, que tem tratamento e que pode ser observada com a realização de exames de baixo custo, como o exame de urina e a dosagem de creatinina no sangue.

Unidade de Nefrologia do CSSJD 

Atualmente, a Unidade de Nefrologia do Complexo de Saúde São João de Deus atende 265 pacientes em hemodiálise e 34 pacientes em diálise peritoneal.

Comentários
×