Dia dos Pais com muitas promoções

 

Jorge Guimarães

Agosto chegou e, com ele, uma das datas mais esperadas para o comércio. O Dia dos Pais acontece no segundo domingo de agosto, 11, e marca a abertura do calendário de datas comemorativas do segundo semestre. Apesar de ainda haver certa cautela dos consumidores nas compras, o sentimento em relação ao período é de confiança por parte dos empresários, que apostam no crescimento das vendas.

A presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Divinópolis, Alexandra Galvão, disse que, com base em levantamentos realizados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), verificou-se que o valor médio das compras vai girar entre R$ 100 e R$ 150.

— Estimamos também um crescimento em torno dos 4% a 5% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado. Assim, esperamos estrear nas datas comemorativas do segundo semestre com boas vendas — avaliou. 

Liquidações

Outro ponto positivo para os consumidores são as liquidações de outono/inverno que a maioria dos lojistas já está praticando. As promoções sempre foram o grande atrativo para o consumo e, alinhadas às datas sazonais, ficam ainda mais atrativas. Na lista de artigos mais procurados certamente estarão roupas, calçados, itens de perfumaria e muitos outros.     

— A data coincide com as liquidações de outono/inverno para que as lojas já recebam as novas coleções primavera/verão. Assim, o consumidor terá um mix maior de produtos para escolher na hora de presentear — conclui Alexandra Barros.

Horário especial

O horário especial de funcionamento do comércio, segundo a CDL Divinópolis, na semana que antecede a data, será na quinta-feira e sexta-feira, dias 8 e 9.

Nessas datas, as lojas poderão ficar abertas até as 20h e, no sábado, 10, o horário de funcionamento é das 9h às 16h. Lembrando que ainda falta o acordo final com os sindicatos do Comércio e dos Comerciários.

Semana do Brasil

Pode estar nascendo uma nova grande data para o comércio incrementar as vendas no segundo semestre. É que varejistas e governo federal estão em conversas para criar, entre os dias 6 e 15 setembro, uma nova data promocional para os setores de comércio e serviços, chamada "Semana do Brasil".

O jornal Valor apurou que, para dar fôlego à data, está em discussão a proposta para reduzir ou isentar eletrônicos e eletrodomésticos vendidos durante o período da cobrança do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Ações

A ideia partiu do governo, dentro da estratégia de criar ações que gerem vendas e movimentem a economia, que ainda avança lentamente. Seria uma espécie de nova "Black Friday", mas numa menor proporção, considerando o período curto para planejamento.

A sexta-feira de descontos, no fim de novembro, será mantida.

 

Comentários
×