Dezesseis novos casos de coronavírus são confirmados em Divinópolis

Da Redação

Informações disponibilizadas nesta terça-feira, 9, pelo Ministério da Saúde, por meio da plataforma FormSUScap apontam 241 casos do novo coronavírus em Divinópolis; sendo 16 novos casos nas últimas 24h. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), o município tem ainda 2.428 notificados, 214 casos descartados e 171 recuperados.

Dos casos confirmados, 131 são do sexo feminino e 110 do sexo masculino. Em relação à faixa etária o boletim aponta: dois com idade entre 1 e 4 anos; três têm entre 5 e 9 anos, seis entre 10 e 19 anos; 83 entre 20 e 39 anos; 112 com idade entre 40 e 59 anos e 35 confirmados têm mais de 60 anos.

Quanto aos notificados: 31 têm de 0 a 1 anos; 114 entre 1 e 4 anos; 64 pertencem à faixa etária de 5 a 9 anos; 127 entre 10 e 19 anos; 1.127, a maior marca, se concentram em jovens de 20 a 39 anos; 673 têm entre 40 e 59 anos e 292 têm mais de 60 anos. O sexo feminino ainda é o mais atingido, com 1.311 suspeitos, contra 1.117 do sexo masculino.

Dos pacientes internados nas redes hospitalares do município e que apresentam quadro clínico compatível de covid-19, até a presente data, 26 estão na enfermaria e nove no CTI, quatro a menos que o último boletim.

Os pacientes internados ou que foram atendidos no ambulatório e estão em isolamento domiciliar são 1.369 ao todo. Até o momento, o município registra quatro óbitos decorrentes da doença.

A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) está em 44,1% e o índice de infecção por 100 mil habitantes, marca 101,09.

O secretário Municipal de Saúde, Amarildo Souza, explicou que, mais do que nunca, as pessoas devem seguir à risca o isolamento social, considerando o aumento no número de casos.

— Não é um momento para se pensar em suspender protocolos. Vamos redobrar os cuidados como prevenção. Sei que é um momento difícil, mas não podemos correr esse risco, diante de tantas confirmações — afirma.

A Prefeitura Divinópolis orienta os cidadãos a seguirem os protocolos de segurança e, ao mesmo tempo, cumprir com as normas impostas nos decretos a fim de prevenir a família e seu círculo social, além de contribuir no combate à contaminação em massa.

Comentários
×