Detentos de Pará de Minas se destacam em competições educacionais

Da Redação

O Complexo Penitenciário Pio Canedo, em Pará de Minas, está entre as seis unidades da Secretaria de Estado de Administração Prisional(Seap) que conseguiram premiações em dois importantes eventos educacionais: a 14ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) e o 4º Concurso de Redação da Defensoria Pública da União (DPU). As informações são da Agência Brasil.

As competições educacionais reúnem estudantes de todo o país. Na Obmep, um dos detentos do Complexo Penitenciário da cidade de Ponte Nova conquistou a medalha de bronze; já na categoria menção honrosa foram cinco detentos agraciados. Eles estão no Complexo Penitenciário Pio Canedo, em Pará de Minas, na Penitenciária Professor João Pimenta da Veiga, em Uberlândia, na Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira, em Uberaba e também na Penitenciária de Teófilo Otoni.

Trinta escolas estaduais, em funcionamento nas unidades prisionais no estado, fomentaram a participação de seus alunos, que fizeram as etapas das provas.

Bons de texto

Os primeiros lugares no Concurso de Redação da Defensoria Pública da União, na categoria situação de privação de liberdade no sistema prisional brasileiro, foram de detentos de Minas Gerais.

A primeira colocação foi para um preso da Penitenciária Professor João Pimenta da Veiga. O segundo, para uma detenta da Pio Canedo e o terceiro lugar, para um do presídio da cidade de Leopoldina. 

Para o diretor de ensino e profissionalização, Lucas Eduardo Pereira Silva, da Subsecretaria de Humanização do Atendimento da (Seap), o incentivo à escrita favorece o aprendizado escolar e complementa as ações de acesso ao livro e leitura, valoriza os envolvidos nos mais de 50 projetos de Remição pela Leitura em todo o estado de Minas Gerais e celebra a liberdade da reflexão e do pensamento.

—Devemos valorizar os professores pelo papel fundamental no incentivo aos alunos, mostrando que a escolarização deve ser permeada por desafios para além do cotidiano da sala de aula— conclui o diretor.

Comentários
×