Desenhos viram estampas de t-shirts com etiqueta em Braille

Da Redação 

Após ajudar um deficiente visual a atravessar uma rua, a designer de moda Tascy Rezende despertou seu olhar para a inclusão com o anseio de auxiliar esse público de alguma forma. Especialista em design de beneficiamento têxtil, Tascy sempre desejou trabalhar uma moda com propósito e, a partir disso, buscou elementos para montar o projeto “Permita-se ver além”.

Em busca de mais informações sobre as deficiências, suas dificuldades e seus principais desafios, a designer de moda, com o intuito de produzir uma etiqueta em braille, estudou sobre ergonomia, linguagem de sinais e, em especial, o braille. Em seguida, testou sua primeira etiqueta na língua com pessoas que trabalham na Associação dos Deficientes do Oeste de Minas (Adefom) e, por meio do tato, elas confirmaram que a etiqueta possui uma resposta tátil de leitura excelente.

— Através da escuta e opinião dos possíveis usuários desse produto, descobri que este trabalho está além de uma etiqueta em peças de roupas, mas propõe uma conexão que chama a atenção e nos convence que é possível e necessário ir além do que se vê, do que se tem, de quem você é — destaca Tascy.

Coleção

A primeira coleção de designer com proposta inclusiva trabalha somente com camisetas unissex com o intuito de que pessoas com e sem deficiência tenham a oportunidade de comprar em um mesmo lugar um produto com o mesmo estilo e funcionalidade. Essas t-shirts foram desenhadas e desenvolvidas a partir dos conceitos de design inclusivo e as estampas são desenhadas por Lorenzo Martins, portador de Transtorno do Espectro Autista (TEA), que se comunica em sua vida escolar através de seus desenhos. 

Potencial

Aos 15 anos, Lorenzo que é curitibano e vive com a família em Oliveira, cidade a 72 quilômetros de Divinópolis. Desde pequeno, demonstrou seu potencial artístico por meio de seus desenhos, tendo inicialmente gosto por produzir animais. Suas habilidades artísticas foram se aprimorando e, hoje, além de desenhos, ele realiza trabalhos com moldes, recortes e arte com madeira e massa de modelar.  Diagnosticado com TEA no início de sua vida escolar, Lorenzo descobriu coincidentemente seu talento na arte de desenhar, e junto a Tascy, que se encantou com seus desenhos, desenvolveram as estampas que ilustram essa primeira coleção.

— Essa coleção possibilita a valorização destas ilustrações e, quem sabe, a oportunidade ao ilustrador de uma inclusão futura no mercado de trabalho como na área da moda e a demonstração de outras possibilidades têxteis através dos desenhos infantis chamando a atenção de educadores e alunos para a importância da arte nas instituições de ensino — ressalta Tascy.

Para adquirir as peças exclusivas do projeto “Permita-se ver além” basta acessar a conta @permitaseveralem na plataforma on-line do Instagram.

 

 

Comentários
×