Deputado anuncia recursos extras para unidades de saúde em Divinópolis

Objetivo é reforçar atendimento à população e fortalecimento das ações do SUS em Divinópolis

Da Redação

Unidades de saúde de Divinópolis contarão com recursos extras para fortalecer as estratégias de combate ao coronavírus, ampliando a atenção às pessoas com obesidade, diabetes mellitus ou hipertensão arterial. O incentivo financeiro, no valor de R$ 167.437,50, foi oficializado pelo governo federal por meio da Portaria 2.994, publicada pelo Ministério da Saúde ontem.

A norma destaca o uso dos recursos para proteger as pessoas identificadas com comorbidades e ainda reforçar os serviços de identificação, cadastro e estratificação das três doenças no âmbito de monitoramento da atenção básica à saúde. O governo também ressalta a importância da medida considerando o risco relacionado ao aumento de complicações e o agravamento dos sintomas da covid-19 em indivíduos com obesidade, diabetes mellitus ou hipertensão arterial, bem como maior ocorrência e maior risco de internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Vulnerabilidade

O deputado federal Domingos Sávio (PSDB) reforçou a importância da medida e destacou a prevenção como principal estratégia para evitar a disseminação da covid-19, principalmente na população mais vulnerável. 

— Dados das autoridades de saúde mostraram que as pessoas diagnosticadas com obesidade, diabetes e hipertensão estão mais suscetíveis aos efeitos do novo coronavírus, por isso, a necessidade de reforçar o cuidado com a população — afirmou Domingos.

Ainda segundo o deputado, o incentivo financeiro da maneira como está sendo oferecido ao Município vai fortalecer a rede de atenção primária, dando ao Sistema Único de Saúde (SUS) mais e melhores condições de monitorar a saúde dessas pessoas.

— A rede de atenção primária à saúde é o nível capaz de identificar precocemente os casos de síndrome gripal e exercer a contenção da transmissibilidade da covid-19 ao reduzir a circulação de pessoas com sintomas leves nos serviços de urgência ou hospitais — completou.

Quanto 

Os recursos serão pagos em parcela única para a Prefeitura. Os valores foram definidos em função do cadastro de cada unidade de saúde no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES). Segundo divulgou a assessoria do deputado, a distribuição foi a seguinte:

I - R$ 4.750,00 por equipe de Saúde da Família (eSF), em Divinópolis são 33;

II - R$ 2.375,00 por equipe de Atenção Primária - Modalidade I 20h, em Divinópolis são três;

III - R$ 3.562,50 por equipe de Atenção Primária - Modalidade II 30h, em Divinópolis há uma.

Conforme o texto, os recursos serão monitorados por meio da avaliação do aumento do número de atendimentos individuais para as condições avaliadas de obesidade, diabetes mellitus e hipertensão arterial sistêmica registrado no Sistema de Informação em Saúde para Atenção Básica (Sisab).

Comentários
×