Deficiência no quadro de servidores no Serviço do Luto obriga Prefeitura contratar

Da Redação

Três agentes do grupo de risco idade afastados e uma servidora em casa devido a acidente de trabalho. Este é o atual quadro no Serviço Municipal do Luto em Divinópolis. Os três agentes com risco  tem doenças como diabetes e hipertensão e, por isso, levando em consideração a situação do coronavírus na cidade estão em quarentena. O déficit de mão de obra está sobrecarregando os funcionários que chegam a trabalhar 24 horas. Para se ter um ideia da gravidade no quadro insuficiente de servidores, o ideal seria três agentes para cada plantão e, atualmente, são apenas quatro no total e dois por turno. Além disso, uma equipe completa exigiria 11 funcionárias na funerária.

— Em jornada de 12x36hs teríamos que ter quatro para o período noturno e seis para o diurno. Ainda mais um para férias que já se acumulam para todos — disse a Prefeitura ao Agora.

O Executivo disse ainda que mesmo antes  pandemia do coronavírus, o Serviço do Luto,  já estava com carência de agentes. Disse ainda, que a contratação deveria ter ocorrido há cerca de seis meses. 

— Temos uma dinâmica muito imprevisível, remoções demoradas, viagens que necessitam de dois agentes para executar remoção, cortejos, assistência à Polícia Civil (PC) em viagens com o Instituto Médico Legal (IML) para Belo Horizonte e outros Municípios.

Edital

O Edital que detalha a contratação de novos agentes pelo Município, por meio de um processo seletivo, foi publicado no Diário Oficial dos Municípios Mineiros nesta terça-feira, 31. Vale ressaltar que a aquisição de agentes funerários é temporária. Conforme o documento, os aprovados vão compor a reserva por um ano e sob a gerência da Secretaria Municipal de Operações e Serviços Urbanos.

Realidade

A reportagem ouviu um agente que optou em não revelar seu nome. Ele confirma a versão da Prefeitura e afirma estar trabalhando 24 horas nos últimos dias. O servidor confirma também o afastamento de colegas devido ao risco de idade e se diz aliviado quando informado do edital para a contratação de temporários.

— Melhor notícia que recebi até agora nesta terça-feira. A nossa jornada de trabalho costuma ser dia sim, dia não. Agora estamos trabalhando praticamente sem interrupção. Estamos sobrecarregados, tomara que essa contratação aconteça o mais rápido possível — sintetizou.

 

 

Comentários
×