Decreto autoriza retomada de atividades econômicas em Divinópolis

Da Redação

A Prefeitura de Divinópolis permitiu através do Decreto Nº 13.771, a retomada de algumas atividades no município a partir da próxima segunda-feira, 27. Parte do comércio, indústrias e alguns serviços de atendimento ao público poderão voltar a operar de maneira escalonada. A decisão foi tomada tendo como base o documento do subcomitê técnico de saúde que acompanha a evolução dos casos de coronavírus no Município.

Em razão da pandemia do novo coronavírus, o comércio e várias atividades estavam suspensas desde 20 de março. O decreto também regulamenta os horários e dias de funcionamento e define as medidas básicas de segurança e higiene para a atividade empresarial no âmbito comercial, industrial, prestação de serviços, e demais na cidade.

O Município ficará responsável pelo cumprimento dos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde relativos à segurança sanitária, observando a assistência adequada a população e informando sempre o número de leitos disponíveis.

A deliberação determina também que deverão ser seguidas todas as normas estabelecidas e já amplamente divulgadas pelo Ministério da Saúde, bem como Secretarias Estadual e Municipal de Saúde.
 
O prefeito Galileu Teixeira Machado explicou que a retomada das atividades foi uma pauta discutida em algumas reuniões, por membros do comitê e pelo grupo multidisciplinar criado para reorganizar o funcionamento. Na última reunião foi apresentado e aprovado um plano de retomada das atividades comerciais do município.

— A decisão não foi definida de um dia para o outro. Há dias estamos num acordo para que o comércio pudesse operar de maneira mais segura possível. Nosso compromisso primordial é com a vida. Estamos tomando todas as medidas cabíveis para resguardar da melhor maneira os cidadãos, porém a questão econômica não pode ser olhada a distância, já que muitos dependem do comércio e dessas atividades para sua sobrevivência. Portanto, tomamos todo cuidado e fizemos todos os estudos necessários para decidir sobre a reabertura — comenta Galileu.

O prefeito disse que a equipe do comitê acompanhará de perto a evolução dos números e a taxa de ocupação dos leitos na cidade, bem como manterá fiscalização rigorosa durante todos os dias. Caso a população insista em descumprir o decreto ou o quadro epidêmico mude, a decisão será reavaliada.

 

Comentários
×