De olho no Natal, PM reforça policiamento

Operação lançada ontem visa dar mais segurança a consumidores e comerciantes

Matheus Augusto

A pouco mais de três semanas para o Natal, os órgãos de segurança já começam a se movimentar para garantir um dezembro tranquilo. Com esse intuito, a Polícia Militar (PM) iniciou ontem a operação natalina. A solenidade ocorreu na praça do Santuário e contou com a participação, dentre outros chefes de segurança, do comandante da 7ª Região da PM, coronel Webster Wadim. Ao Agora, ele contou que a intensificação das atividades, comum nesta época do ano, visa garantir a proteção dos consumidores e dos comerciantes.

A Polícia Militar tem uma preocupação muito grande com o mês de dezembro, com o início das festividades, pois há uma maior aglomeração de pessoas nas áreas comerciais, bem como dinheiro e mercadorias circulando. Com isso, existe uma vulnerabilidade e os oportunistas que querem furtar ou roubar se aproveitam da situação. Então, nós tiramos o pessoal da administração, aqui em Divinópolis, no caso, são 32 militares, que passam a reforçar o policiamento ordinário, para que as pessoas possam ter uma maior tranquilidade e fazer suas compras com segurança — explicou.

Ao todo, cerca de 84 militares devem se dedicar à operação na cidade.

Aparatos

O comandante da região também explicou que os policiais têm à disposição aparatos tecnológicos que proporcionam ações estratégicas e uma resposta mais rápida ao crime.

Para este ano nós temos uma novidade: estamos colocando a tecnologia a dispor da população, como o implemento da Polícia 4.0. Nós temos um projeto que chama 190 Smart que permite uma maior coordenação e controle do turno de serviço e uma melhor comunicação entre as viaturas. E também vamos fazer o uso da ferramenta do drone, que vai sobrevoar essas áreas com aglomerações mais volumosas, verificar os pontos sensíveis, vulneráveis, e, através dessa identificação dos problemas, vamos colocar um policiamento mais pontual, mais eficaz — destaca.

Recomendações

Webster ainda ressalta que, mesmo com o aumento de policiais nas ruas, alguns cuidados devem ser tomados pelos cidadãos.

Aproveitamos também para pedir que a população contribua para a autoproteção. Por exemplo: faça suas compras com antecedência, evite locais em horários com maior fluxo de pessoas, não deixe seus pertences dentro de veículos, evite andar com relógios, distraídos ao celular, com joias. Porque nós temos esses oportunistas que podem se aproveitar da situação para tentar cometer algum tipo de delito — reforça.

Acaba uma,

começa outra

Ao término da operação, os militares continuam com o planejamento estratégico para garantir a segurança durante o período das férias.

A operação começa hoje [ontem] e vai até o dia 1° de janeiro. Mas nós não vamos parar por aí. A gente já começa então a operação “Férias Seguras”, que se estende até o fim de janeiro e início de fevereiro — informou.

Agradecimentos

Ao anunciar aos presentes o lançamento da operação, Webster aproveitou a oportunidade para parabenizar os militares pelos resultados obtidos até o momento. Segundo ele, Divinópolis apresenta uma queda de 30% nos registros de crimes. O coronel ainda destacou a apreensão de cerca de 262 armas e a boa taxa de resposta à criminalidade, visto que, a cada dois crimes, pelo menos um indivíduo é preso.

Comentários
×