De 30 atendimentos do Corpo de Bombeiros em Divinópolis, nove são incêndios em lotes vagos

Da Redação

O 10º Batalhão de Bombeiros Militar divulgou o balanço de atendimentos desta quinta-feira, 8. Ao todo, foram atendidas 92 ocorrências nos 56 municípios de atuação da unidade - 30 apenas pela unidade em Divinópolis. Boa parte dos casos está relacionado a um problema recorrente, especialmente nesta época do ano.

— Em virtude do período de estiagem há um aumento significativo nos atendimentos em incêndios de vegetação. Destes atendimentos realizados no dia 9, 30% corresponde a incêndios em lotes vagos — comunicou o batalhão.

Parceria

Para desburocratizar as ocorrências de queimadas em lotes vagos, a Prefeitura firmou uma parceria com o 10º Batalhão do Corpo de Bombeiros para minimizar os danos ao meio ambietência e a saúde. A partir de agora, todas as ocorrências relacionadas a queimadas em lotes vagos recebidas pelo Corpo de Bombeiros serão direcionadas ao Setor de Fiscalização de Posturas, responsável por notificar ou autuar o dono do lote vago atingido pelas queimadas.

— As maiores ocorrências de queimadas acontecem no inverno, entre os meses de junho e setembro. Por se tratar de um período com ar seco e com baixa frequência de chuvas, os donos do lote queimam o local com o objetivo de limpar o terreno de forma fácil. Em contrapartida, esta prática traz riscos ao meio ambiente e à saúde das pessoas que vivem nas intermediações — explicou o Executivo.

Em Divinópolis são 119.500 imóveis, desses 63.000 são lotes vagos e 49.000 lotes construídos. 

Comentários
×