CSSJD registra 13ª captação de múltiplos órgãos neste ano

Ato de amor e solidariedade dará novas esperanças de vidas até 4 pessoas

Próximos de celebrar mais um Natal, esta quarta-feira, dia 23 de dezembro, trouxe esperança para a vida de quatro pacientes, que neste final de ano terão motivos de sobra para festejar. Em um ato de extremo amor e empatia, os familiares de um jovem paciente do CSSJD decidiram doar seus órgãos, dos quais foram retirados os rins, fígado e coração, alegrando e dando esperança aos que aguardavam ansiosos na fila de espera transplantes. 

O procedimento contou com a atuação de nove profissionais de três instituições de Belo Horizonte: Hospital das Clínicas, que realizou a captação do coração, do Hospital Felício Rocho, responsável pela captação dos rins e da Santa Casa de BH, que fez a captação do fígado.

Para o médico Luiz Otávio Sabino, da equipe do Hospital das Clínicas, a família do doador teve um gesto nobre. Ele espera que a atitude sirva de exemplo para mobilizar mais pessoas neste período tão sensível de final de ano.

- O gesto generoso dessa família salvou quatro vidas hoje. Nós temos uma fila grande de pacientes aguardando uma doação, por isso é tão importante que as famílias se sensibilizem e repitam esse gesto de generosidade - completou.

Em consonância com o profissional do Hospital das Clínicas, o cirurgião da equipe de transplante hepático da Santa Casa de BH, João Bernardo Sancio espera que o Natal seja uma oportunidade de divulgar a importância da doação de órgãos e de ajudar ao próximo.

- A importância da doação precisa ser divulgada entre os familiares, toda a população precisa ter consciência. Sei que é um momento triste para uma família, mas temos que pensar que tem muita gente aguardando e que precisa dessa ajuda - disse.

Ainda conforme a cirurgiã do Hospital Felício Rocho, Isadora Mota Aguiar, a doação de órgãos é um momento especial tanto para a família do doador como para aquele que recebe o órgão transplantado.

- Sei que as famílias vivem um momento muito difícil de perda, mas quando ocorre a doação, a família se sente mais confortada. Os pacientes ficam muito gratos e rezam pelas famílias dos doadores. O ato de doar órgãos é muito bonito, é um dos maiores atos de caridade da humanidade - comentou.

O Complexo de Saúde São João de Deus parabeniza a família do doador pelo gesto de altruísmo e agradece a dedicação dos profissionais envolvidos no procedimento, que contribui para estabelecer a instituição como referência para a captação de órgãos para doação no interior do Estado de Minas Gerais e mostra a relevância deste ato de respeito, solidariedade e amor que ocorre as vésperas do Natal no CSSJD.

Comentários
×