CSSJD realiza procedimento inédito

A data de 23 de maio de 2021 ficará marcada na história do Complexo de Saúde São João de Deus pela realização de mais um procedimento inédito na instituição. Trata-se de uma Drenagem Biliar Percutânea Transhepática (DBPTH), um procedimento que é considerado uma alternativa segura e eficaz para o tratamento de obstruções, podendo ser usada para descomprimir os ductos biliares, caso estejam bloqueados por uma lesão. O cirurgião convidado pelo CSSJD que realizou o procedimento, Pedro Ozório, comemorou o sucesso da intervenção e explicou como a DBPTH é realizada.

- É um procedimento minimamente invasivo, que conseguimos fazer guiados por um ultrassom, por uma pulsão na via biliar do paciente, diretamente dentro do fígado, possibilitando uma resolução da drenagem do fluxo de bile para o intestino - comentou. 

Ozório também falou sobre a situação do paciente antes do procedimento e relatou as complicações que uma obstrução biliar pode causar, caso não seja tratada.

- O paciente em questão tinha uma obstrução do canal biliar por uma estenose cicatricial e tumoral, pós-operatório de uma cirurgia hepática e ele evoluiu com essa obstrução. A via biliar dilatou e com isso o paciente ficou ictérico e bem amarelado. A via biliar acabou se infectando, o que chamamos de colangite, e uma via biliar não drenada e infectada é um caso que leva a febre, piora de estado geral bem rápida do paciente, com possibilidade de sepsia e até óbito. O que fizemos foi (um procedimento) sem cortes, sem incisões, nada agressivo. Com isso, conseguimos resolver também a infecção do paciente, proporcionando uma melhora na qualidade de vida e uma alta precoce em menos de 24 horas - afirmou.

 

Comentários
×