Cruzeiro se salva de derrota nos minutos finais, mas permanece na zona de rebaixamento da Série B

Raposa sai atrás contra o Naútico, porém consegue arrancar empate em 1x1 nos últimos momentos da partida.

Bruno Davi Bueno

O Cruzeiro esteve perto de perder mais uma partida na Série B. Jogando na Arena dos Aflitos no último domingo, 25, a equipe saiu perdendo contra o Naútico, mas conseguiu arrancar um empate nos minutos finais da partida, que terminou 1x1. Vinícius marcou para a equipe pernambucana e Airton deixou o seu para igualar o placar a favor da Raposa.

Fábio erra e Cruzeiro se abala

A equipe celeste começou o jogo dominando as ações. Os comandados de Luís Felipe Scolari tinham mais posse de bola nos minutos iniciais da partida e, com isso, foram os primeiros a criar oportunidades de gol. A mais clara delas foi com Arthur Caíke, aos 11 minutos, que teve grande chance de marcar ao finalizar de longa distância, porém o atacante parou na defesa milagrosa do goleiro do Timbu, Jefferson. Nesse momento era claro a superioridade do Cruzeiro no jogo.

Todavia, aos 20 minutos, algo mudou completamente os rumos da partida. Vinícius, atacante da equipe nordestina, conduziu a bola na ponta-esquerda, puxou para o meio e finalizou com pouca força para a meta celeste. O que parecia ser uma bola fácil acabou trazendo prejuízos a Raposa. Fábio aceitou o chute e o bom volume de jogo do Cruzeiro nos minutos iniciais foi por água a baixo. Naútico 1x0.

Com o gol sofrido estando melhor em campo, o Cruzeiro se abalou e viu o Naútico se tornar o dono da partida. Os alvirrubros impuseram uma pressão na equipe celeste e tiveram diversas chances de ampliar o marcador. O atacante Kieza teve chance após lançamento de Jean Carlos, mas perdoou. Pouco tempo depois, o meia cobrou falta com perigo, mas parou na boa defesa de Fábio, que se redimiu da falha no primeiro gol. O Cruzeiro, acovardado, agradeceu pelo final da primeira etapa.

Empate conquistado na base do abafa

Felipão trouxe Patrick e Sassá para a segunda etapa. Os dois jogadores, que entraram no lugar de Matheus Pereira e Marquinhos Gabriel, não demonstraram aquilo que o treinador esperava e as mudanças acabaram que não surtiram efeito.

O Cruzeiro também não melhorou em relação a segunda etapa e esteve mais perto de levar o segundo gol do que propriamente empatar. Cacá, zagueiro celeste, chegou até a salvar uma bola em cima da linha após o atacante do Timbu, Erick, finalizar na saída de Fábio.

Nos minutos finais, a Raposa foi com tudo para empatar o jogo. Apesar de nessas situações ser normal que uma equipe se desorganize no ataque em busca do gol, o que se viu do Cruzeiro foi um total apavoro em criar as jogadas perigosas, fazendo com que o Naútico não tivesse dificuldade para interromper as chances.

Contudo, aos 40 minutos, Patrick Brey se livrou da marcação na linha lateral e cruzou para o jovem atacante Airton (que entrará no lugar de Arthur Caíke no decorrer do jogo) cabecear firme e vencer o goleiro Jefferson. O abafa desorganizado da Raposa surtiu efeito: empate com gosto de vitória.

Com o Timbu abalado por ter deixado escapar a vitória nos minutos finais e a equipe celeste totalmente desorganizada para criar mais chances, o placar ficou por isso mesmo. Naútico 1x1 Cruzeiro em Pernambuco.

Felipão elogia a dedicação dos jogadores

A partida foi a segunda de Felipão no comando do Cruzeiro. O treinador ainda não perdeu desde seu retorno as terras mineiras. Scolari soma 4 pontos, com 1 vitória e 1 empate.

O treinador salientou que os jogadores assumiram fortemente o compromisso de levar o Cruzeiro rumo a uma arrancada até lugares melhores na competição. Felipão afirmou que seus comandados se dedicaram muito nas duas partidas e que não tem o que reclamar da entrega deles.

— Eu não tenho o que cobrar deste grupo em dois jogos quando eles fazem quatro pontos e tendo a dedicação que tiveram, espetacular, contra o Operário e hoje (domingo) — afirmou o técnico.

Retorno ao Mineirão

O Cruzeiro agora retorna ao Gigante da Pampulha na próxima rodada do Brasileirão. A Raposa enfrentará o Paraná na próxima sexta, 30, às 21h30.

A equipe celeste permaneceu na zona de rebaixamento da Série B. O clube está na 18º colocação, com 17 pontos.

 

Comentários
×