Cruzeiro perde para o Sampaio Corrêa em casa e se complica no Z-4 da Série B

Jogando mal novamente, a equipe foi superada pelo time do Maranhão e amplia crise

Bruno Davi Bueno

O Cruzeiro sofreu mais uma derrota na Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando no Mineirão na noite da última quinta, 8, a Raposa não demonstrou evolução e foi superada pelo time maranhense por 2x1. Roney e Caio marcaram para o Sampaio Corrêa, enquanto Manoel anotou para a equipe mineira.

Derrota com méritos

A equipe do técnico Ney Franco não conseguiu demonstrar um bom volume de jogo e repetiu a mesma atuação desastrosa da última derrota, por 1x0, diante do Cuiabá, no Mato Grosso. Em contrapartida, o Sampaio Corrêa apresentou boa organização tática e velocidade nos contra-ataques e, apesar de ter um time inferior ao Cruzeiro, não se acovardou e partiu para cima desde o primeiro minuto do jogo.

Sofrendo tremenda pressão nos minutos iniciais, o Cruzeiro tomou o primeiro gol logo aos 12 minutos de partida. Roney, atacante do Sampaio, passou com facilidade pela ala direita da defesa do Cruzeiro e tocou na saída de Fábio.

Atrás do placar, o clube mineiro tentou ser mais ofensivo ao clube maranhense, mas, sem organização para formular as jogadas, não conseguiu criar muitas chances até o final da primeira etapa. Todavia, aos 39 minutos, após cruzamento de Machado em cobrança de falta, Manoel testou de cabeça e empatou para o Cruzeiro. Naquele momento, era claro a superioridade do Sampaio Corrêa na partida.

Com a chegada do segundo tempo, Maurício e Thiago saíram do banco de reservas para tentar dar sangue novo a equipe, algo que não aconteceu. Sem entrosamento e com tremenda dificuldade em trocar passes, o Cruzeiro foi literalmente ‘colocado na roda’ pelo Sampaio e o gol de desempate da equipe maranhense era questão de tempo. Novamente aos 12, ele aconteceu. Pimentinha passou como quis pela marcação do Cruzeiro no meio de campo, levou a bola até a lateral da área, cortou o zagueiro Manoel e rolou para Caio, sozinho na meia-lua, chutar com firmeza no canto esquerdo de Fábio. Sampaio 2x1.

A partir desse ponto, o que se viu no Cruzeiro foi uma pressão desorganizada diante do clube maranhense. Sem construção de jogadas e troca de passes produtivas, o que restava a Raposa era jogar bolas na área e torcer para o melhor, algo que não surtiu efeito. Ao final da partida foi possível ver o rosto desolado dos jogadores em mais uma derrota.

Fábio desabafa em jogo 900

O goleiro Fábio disputou seu jogo e número 900 pelo Cruzeiro e desabafou com jornalistas no final da partida. O jogador com mais partidas na história do clube declarou que o Cruzeiro está “colhendo o que plantou” e aproveitou para criticar a antiga administração da Raposa.

— Quem não pagou a FIFA? Quem perdeu os 6 pontos? Agora a gente tá se matando aí, a realidade está para todo mundo ver. Todo mundo abriu mão de alguma coisa pra estar aqui. Mas as vezes as coisas não acontecem, a gente está colhendo o que plantou lá atrás. Quem acabou com o Cruzeiro está em casa enquanto a gente está aqui de peito aberto — afirmou Fábio.

Afundado na Zona da Degola

Com o resultado, o Cruzeiro agora está na 18º colocação da Série B, com apenas 11 pontos. O clube está 12 pontos atrás do Juventude, primeira equipe na zona de classificação para a Série A, que está com 23.

Para tentar reverter a situação adversa e sair da zona da degola, o Cruzeiro buscará a vitória em sua próxima partida da competição. No Domingo, a equipe enfrentará o Oeste, lanterna do campeonato, às 16h na Arena Barueri.

Comentários
×