Cruzeiro joga bem, vence o Paraná em BH e continua invicto com Felipão

Raposa controla as ações da partida desde o primeiro minuto e consegue vitória por 2x0 no Mineirão. Resultado tira equipe do Z-4 momentaneamente.

Bruno Davi Bueno

O Cruzeiro continua sem perder desde que Felipão assumiu o comando do clube. Em jogo disputado na última sexta, 30, no Mineirão, a equipe apresentou um ótimo volume de jogo e venceu o Paraná por 2x0. Os gols foram marcados por Marcelo Moreno e Airton ainda no primeiro tempo.

Vitória construída na primeira etapa

A Raposa começou o jogo a milhão. Com apenas 50 segundos de partida, Régis cobrou falta na ponta direita achando Marcelo Moreno, livre, que cabeceou com precisão abrindo o marcador: Cruzeiro 1x0.

Após marcar o primeiro gol, a equipe celeste continuou criando chances e gerando perigo a meta defendida pelo goleiro do Paraná, Marcos. Em uma das principais oportunidades, Airton arrancou com velocidade para a linha de fundo e cruzou para entrada da área onde estava o atacante Marcelo Moreno, que finalizou com categoria e viu o goleiro paranaense realizar grande defesa.

O Paraná viu seus homens de meio campo se tornarem impotentes, já que o sistema defensivo do Cruzeiro praticamente anulou seus jogadores na área central do campo, fazendo com que a equipe paranaense tivesse que jogar mais pelas laterais do gramado, onde não obtinha sucesso.

Com a impotência da equipe do Paraná, que não conseguia impor grande perigo, o Cruzeiro aproveitou um dos vários contra-ataques disponibilizados pela equipe adversária e ampliou o marcador. Após jogada na área celeste, a bola sobrou com o goleiro Fábio que fez um lindo lançamento com as mãos achando Patrick Brey na ponta-direita para puxar o contra golpe. O lateral conduziu a bola esperando a passagem dos homens de ataque do Cruzeiro, até que Airton se infiltrou na zaga paranaense, recebeu passe de Patrick, driblou o goleiro Marcos e empurrou pra rede. Menos de 5 toques de Fábio até Airton, um gol que mostra o futebol objetivo do time comandado por Felipão: Cruzeiro 2x0 Paraná.

Administrando o resultado

O Paraná voltou para o segundo tempo querendo mais jogo. Nos primeiros 3 minutos chegou 2 vezes com perigo, assustando a zaga do Cruzeiro. A equipe abusava dos cruzamentos em direção a área celeste, mas a defesa da Raposa não tinha dificuldade para afastar as bolas.

Os comandados de Felipão começaram a administrar a partida. Controlando, assim como na primeira etapa, o meio de campo do jogo, a equipe anulava as jogadas do Paraná e sempre esteve mais perto de ampliar o marcador do que ceder um gol do adversário.

Para a equipe paranaense, restava insistir nas bolas alçadas na área e finalizar de longe sem perigo. O clube que está na parte de cima da tabela, atualmente na 5º posição, foi inteiramente anulada pela equipe celeste e literalmente se conformou com a derrota por volta da metade da segunda etapa.

Um único ponto negativo do Cruzeiro no segundo tempo (e também em todo o jogo) foi mais uma péssima atuação do meio-campista Marquinhos Gabriel. O jogador destoava de toda a equipe celeste no gramado. Enquanto todos os outros jogadores demonstravam raça, garra e muita vontade para buscar a vitória, Marquinhos apresentava certa “preguiça” em criar as jogadas e gerar espaços.

Apesar da má atuação de seu meia, o Cruzeiro controlou o restante das ações da segunda etapa e apenas aguardou o apito final. Claudinho, em finalização de fora da área, chegou perto de ampliar para a Raposa, mas parou no goleiro Marcos. Não fez falta, a vitória já tinha sido construída na primeira etapa. Triunfo importantíssimo para tirar o Cruzeiro do Z-4 momentaneamente.

Felipão muda o clima celeste

O técnico Luís Felipe Scolari, o Felipão, chegou ao Cruzeiro há 15 dias atrás e mudou o panorama da equipe. Se antes a Raposa, que havia sido comandada por 3 treinadores antes da chegada do novo mister, estava sem ambições no campeonato e rumo ao abismo da Série B, agora já saiu do Z-4 em apenas três jogos e já sonha com o acesso para a primeira divisão.

Com essa confiança conquistada, os jogadores agora demonstram em campo mais raça, garra e vontade de vencer. Felipão com seu carisma e bagagem de mais de 20 anos de trabalho ressurgiu o Cruzeiro que agora tem novos pensamentos para a temporada.

A Raposa continua invicta com o treinador que, em três jogos, tem 2 vitórias e 1 empate, um aproveitamento de mais de 70%. Essa porcentagem é a que a equipe necessita para arrancar na tabela e buscar o acesso na Série A.

Viagem à São Paulo para continuar a boa fase

O Cruzeiro agora viaja para Ribeirão Preto na continuação da Série B. A equipe celeste enfrentará o Botafogo-SP no Estádio Santa Cruz na próxima sexta, 6. A partida que abrirá o returno da competição está marcada para 19h15.

Com a vitória de hoje, a Raposa saiu do Z-4 momentaneamente e agora ocupa a 16º posição da tabela, com 20 pontos. A equipe pode ser superada pelo Naútico, que ainda joga na rodada contra o CSA, em Alagoas.

 

Comentários
×