Cruzeiro goleia La U por 7 a 0 e respira na Libertadores

José Carlos de Oliveira

O Cruzeiro segue vivo na Copa Libertadores 2018 e depende apenas de seu futebol para passar à segunda fase. Na noite desta quinta-feira, no Mineirão, em Belo Horizonte, o time celeste goleou a Universidad de Chile por 7 tentos a 0, e assumiu a segunda colocação do grupo 5.

Os gols da partida foram marcados por Thiago Neves, duas vezes, Sassá, dois gols (um deles de pênalti), além de Rafinha, Arrascaeta e Rafael Sóbis, com um gol cada. O ataque azul voltou a marcar gols depois de passar em branco nas últimas três partidas.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 5 pontos ganhos no Grupo 5, mesma pontuação da Universidad de Chile, e assumiu a segunda colocação, no saldo de gols – cinco positivos do time celeste e seis negativos da La U, com vaga assegurada na próxima fase da Libertadores (até esta rodada).

O próximo compromisso da Raposa pela Copa Libertadores está marcado para a próxima quarta-feira, 2 de maio, às 21h45, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, contra o Vasco da Gama. Já a Universidad de Chile joga na quinta-feira, às 19h15, contra o Racing, na Argentina.

No final de semana, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro enfrenta o Internacional no domingo, às 19h, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Empate em São Januário

No outro jogo desta quinta-feira, pelo Grupo da Copa Libertadores, Vasco da Gama e Racing empataram em 1 tento a 1 no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. Os argentinos fizeram 1 a 0 no primeiro tempo, com Lauataro Martinez.

Os cariocas foram valentes e, mesmo com um jogador a menos em campo com a expulsão de Desábato, aos 12 minutos do segundo tempo, buscaram a igualdade do final da partida, com o ex-cruzeirense Wagner.

Detalhes da Partida

Jogo: Cruzeiro 7 x 0 Universidad de Chile

Motivo: 4ª rodada - Grupo 5 da Copa Libertadores

Data: 26 de abril de 2018, quinta-feira, às 19h15

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Thiago Neves (9’/1º, 29’/2º), Rafinha (17’/1º), Sassá (pênalti - 43’/1º, 16’/2º), Arrascaeta (8’/2º), Rafael Sobis (35’/2º)

Cartões Amarelos: Henrique (Cruzeiro); Echeverría, Vilches (Universidad de Chile)

Cartões Vermelhos: Vilches, Echeverría (Universidad de Chile)

Árbitro: Roddy Zambrano Olmedo (Equador)

Auxiliares: Christian Lescano (Equador) e Luis Vera (Equador)

Público: 30.252 pagantes / 34.147 presentes

Renda: R$ 1.584.454,00

Cruzeiro: Fábio; Edilson (Lucas Romero), Léo, Dedé e Egídio; Henrique (Ariel Cabral), Lucas Silva, Rafinha, Thiago Neves e Arrascaeta; Sassá (Rafael Sóbis). Técnico: Mano Menezes

Universidad de Chile: Johnny Herrera; Vilches, Echeverría e Jara; Matías Rodríguez, Reyes, Pizarro (Contreras), Araos e Beausejour; Soteldo (Rafael Caroca) e Pinilla (Guerra). Técnico: Ángel Guillermo Hoyos

Comentários
×