Cruzeiro é penta do sul-americano de vôlei

Equipe estrelada derrota argentinos por 3 sets a 0 em final no ginásio Tancredo Neves

José Carlos de Oliveira

Nos duelos da noite deste sábado, no ginásio Tancredo Neves, na cidade de Montes Claros, entre brasileiros e argentinos, a festa foi mineira. Na preliminar, na disputa do terceiro lugar, o Montes Claros Vôlei ficou com a medalha de bronze, ao derrotar o Bolívar por 3 sets a 1, com parciais de 28 X 30, 25 X 23, 25 X 23 e 25 X 15.

Na partida de fundo da rodada dupla, valendo o título do Campeonato Sul-americano de vôlei masculino, o Sada Cruzeiro venceu o argentino Lomas por 3 sets a 0, com parciais de 25 x 19, 25 x 18 e 25 x 20, e conquistou seu quinto troféu de campeão do torneio. Com mais esta conquista, o time azul garante vaga na próxima edição do Mundial de Clubes de Vôlei.

A taça de melhor time da América do Sul, conquistada no Norte de Minas pelo segundo ano consecutivo, vai se juntar às das edições de 2012, 2014, 2016 e 2017. E além da marca expressiva, o quinto troféu continental também representa o 30º título para o Sada Cruzeiro desde 2010, em 34 finais e um total de 38 campeonatos disputados.

Sada Cruzeiro – Nico Uriarte, Evandro, Filipe, Leal, Simon, Isac e o líbero Serginho. Entraram: Fernando Cachopa e Alemão. Técnico: Marcelo Mendez

Lomas Voley – Chirivino, Pereyra, Flores, Carneiro, Toro, Ocampo e o líbero Massimino. Entraram: Bernarsconi e Imhoff. Técnico: Marcelo Fabian.

Montes Claros Vôlei fica com o bronze

Antes do Cruzeiro levantar a taça de campeão, o Montes Claros Vôlei entrou em quadra para a disputa do terceiro lugar contra o Bolívar, às 18h30.

O Montes Claros começou mal a partida e colecionou erros em vários fundamentos no primeiro set, o que contribuiu para que o time argentino saísse na frente. O susto fez o anfitrião voltar com tudo e virar o jogo a seu favor. No fim, o Montes Claros garantiu a medalha de bronze ao vencer a partida, de virada, por 3 sets a 1, com parciais de 28 x 30, 25 x 23, 25 x 23 e 25 x 15.

Seleção do Sul-Americano

A seleção do Campeonato Sul-Americano de Clubes também contou com presença maciça dos jogadores do Sada Cruzeiro. Cinco cruzeirenses foram premiados individualmente: Simon foi o MVP, atleta mais valioso de todo torneio, enquanto Leal, Serginho, Nico Uriarte e Isac foram escolhidos como melhores em suas posições.

Comentários
×